WhatsApp Image 2021 12 08 at 13.52.38

Magno Malta sobre Vini Jr: "Cadê os defensores do macaco?"

2 O senador Magno Malta (PL-ES) fez declarações polêmicas em relação ao caso de racismo vivido pelo jogador Vini Jr, em jogo na Espanha pelo Real Madrid, ocasião em que foi chamado de "macaco" pela torcida do Valencia.

Durante reunião da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, o parlamentar disse que, se fosse jogador de futebol e vítima de racismo, entraria em campo com uma leitoa branca nos braços, daria um beijo nela e ainda falaria: “olha como não tenho nada contra branco. E eu ainda como”. 

Vini Jr foi atacado no dia 21 de maio, durante partida do campeonato espanhol. O jogo chegou a ser paralisado por 8 minutos por conta das ofensas racistas. 

Magno Malta ainda criticou a cobertura do caso pela imprensa brasileira que, segundo ele, apenas “revitimiza” o jogador em busca de ibope e patrocinadores. Com ironia, o senador ainda criticou a falta de ação dos “defensores da causa animal”, que não estão defendendo o “macaco”.

“Cadê os defensores da causa animal que não defendem o macaco? O macaco está exposto. Veja quanta hipocrisia, certo? E o macaco é inteligente, é bem pertinho do homem, a única diferença é o rabo. Ágil, valente, alegre. Tudo o que você possa imaginar, ele tem”, disse.

Fonte: https://www.reportermt.com/papo-reto/magno-malta-sobre-vini-jr-cade-os-defensores-da-causa-animal/190959

Comentar

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                  Saiba os benefícios de usar o LinkedIn para a sua vida profissional - IFS -  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe 

blogimpakto  acervo       jornalismoinvestigativo      Capa do livro: Prova e o Ônus da Prova - No Direito Processual Constitucional Civil, no Direito do Consumidor, na Responsabilidade Médica, no Direito Empresarial e Direitos Reflexos, com apoio da Análise Econômica do Direito (AED) - 3ª Edição - Revista, Atualizada e Ampliada, João Carlos Adalberto Zolandeck   observadh

procurados

Desenvolvido por: ClauBarros Web