jornalista1

Delegado da PF afirma que agente federal foi morta pelo cargo que exercia

Marco Smith, delegado da PF ainda comentou que crime pode ter sido encomendado por mandantes de outro estado

delegado7O delegado da Polícia Federal, Marco Smith comentou na tarde desta quinta-feira (6), os depoimentos dos dois suspeitos da morte da agente federal Melissa Almeida.

Os detidos foram escoltados e a rua em frente à PF foi fechada por medida de segurança para o depoimento dos dois suspeitos. Melissa foi morta no mês de maio no Bairro Canadá. O marido, policial civil Rogério Ferrarezzi também foi atingido pelos disparos.

O delegado afirma que o fato ocorreu pelo cargo que Melissa exercia na penitenciária, e que a ordem vem da facção criminosa que atua dentro e fora das penitenciárias.

Smith ainda comenta que os suspeitos tiveram apoio de pessoas da cidade de Cascavel para monitorar a rotina da agente, assim como no caso de Alex Belarmino, morto no dia 2 de setembro, em Cascavel, nas proximidades do Lago Municipal.

Há possibilidade da morte ter sido encomendada por mandantes de outro estado. Uma terceira pessoa envolvida no crime foi presa em Curitiba.

Redação Catve.com

Comentar

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto  safestore1  smartseg 
universidadedotransito acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web