JORNALISTAMINI

Agente penitenciário preso por túnel apresentou falso atestado

d0910Marcelo Ferreira é um dos 16 suspeitos de tentar roubar o Banco do Brasil

Preso no início da semana sob a suspeita de envolvimento natentativa de roubo ao Banco do Brasil, o agente penitenciário Marcelo Ferreira, de 47 anos, responde, desde o mês passado, processo administrativo por ter supostamente apresentado à SAP (Secretaria de Estado da Administração Penitenciária) um falso atestado médico.

Agente penitenciário há 15 anos, Ferreira era lotado no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) Feminino do Butantã desde 2009, mas foi afastado em 2013 para tratamento médico. A SAP, porém, abriu procedimento apuratório preliminar no último dia 16 por conta de um documento apresentado por ele para estender a licença médica.

Na ocasião, segundo a polícia, Ferreira já estaria envolvido na escavação, que teve início há três meses.

"Diante do auto de prisão em flagrante será determinada a instauração de mais um Processo Administrativo, estando o servidor sujeito a pena de demissão, sem prejuízo do processo criminal", afirmou a SAP em nota.

A reportagem não localizou o advogado de Ferreira.

Ferreira foi um dos 16 suspeitos detidos por policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) na segunda-feira (2) na zona sul da capital paulista.

O grupo seriacomandado por Alceu Céu Gomes Nogueira, que em 2006 chegou a comandar um motim em Avaré após a Marcos William Herbas Camacho, apontado pelo Ministério Público como chefe do PCC, ser transferido da cadeia.

Segundo as investigações, o cálculo da quadrilha era que fosse possível furtar cerca de R$ 1 bilhão por meio do túnel escavado. Cada integrande ficaria com R$ 50 milhões.

Fonte: R7

 

 

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web