juarezjornalista

Policial militar de Curitiba é preso suspeito de estuprar mulheres que conhecia em aplicativos

Pelo menos três mulheres vítimas foram identificadas pela Delegacia da Mulher.

d3007Um policial militar de 30 anos, pertencente ao 20° Batalhão da Polícia Militar de Curitiba, está preso suspeito de estuprar  mulheres que conheceu em aplicativos de relacionamento. A prisão temporária foi decretada na última sexta-feira (20), depois que pelo menos três vítimas foram identificadas pela Delegacia da Mulher.

O policial marcava encontros em aplicativos, saía com as vítimas, praticava os estupros e apagava as mensagens do celular, para não deixar provas. Uma das vítimas é uma mulher de 27 anos, que foi abusada na noite de nove de maio. Segundo o Boletim de Ocorrência, o policial praticava o abuso e pedia para ela dizer, a todo o momento, que ‘estava sendo estuprada’. Para amedrontar ainda mais a vítima, a ameaçava de morte, bem como seus familiares.

Apesar de apagar as mensagens no celular, o policial deixou registro das ligações, o que ajudou a polícia nas investigações do caso. Todo o crime era cometido com uma arma apontada para a cabeça das vítimas.

Por meio de nota, a PM informou que “continua contribuindo com a justiça no esclarecimento dos fatos, prezando pela ampla defesa e o contraditório”. O policial está preso em um quartel da corporação em Curitiba.

Fonte: bandaB

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web