juarezjornalista

Coronel da PM investigado por soco no peito de delegado de 80 anos

d2910A Polícia Civil de São Paulo investiga denúncia de agressão a soco que o coronel da PM Alberto Malfi Sardilli teria desferido contra o delegado aposentado Milton Rodrigues Montemor, de 80 anos. A ocorrência foi registrada no 39.º Distrito Policial da Vila Gustavo, na segunda-feira, 25.

O Boletim de Ocorrência foi registrado pelo filho do delegado, o investigador Cristiano Rodrigues Montemor. Ele narrou que no dia anterior, às 16h30, estava com a família em um evento no Recanto Nossa Senhora de Lourdes, na zona Norte da capital, quando em dado momento Sardilli desentendeu-se com uma irmã do delegado.

Ainda segundo o boletim policial, Montemor intercedeu e ‘cessou o entrevero’.

Segundo o relato, ‘não contente, o coronel da PM ficou à porta do evento aguardando’ pelo delegado, ‘que, ao seguir em direção ao estacionamento, foi surpreendido com um soco no peito, fazendo com que caísse ao chão’.

Após derrubar o velho delegado ao chão, o coronel teria tentado ‘continuar com a agressão, sendo contido pelas pessoas ali presentes’.

“O autor [Sardilli] evadiu-se do local; já a vítima, que tem 80 anos, foi socorrida pelos familiares ao Hospital San Paolo, onde foi diagnosticado com fratura transtrocanteriada no fêmur esquerdo e fratura da extremidade proximal do úmero esquerdo, ambos de tratamento cirúrgico, seguindo assim na UTI até a realização do procedimento”, narra o Boletim de Ocorrência.

COM A PALAVRA, O CORONEL

A reportagem está tentando contato com o coronel da Polícia Militar Alberto Malfi Sardilli. O espaço está aberto para manifestação do oficial.

COM A PALAVRA, A SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

O caso foi registrado no 39º DP (Vila Gustavo) como lesão corporal grave e será investigado pela 4ª Seccional (Norte). O coronel, que está licenciado, apresentou sua versão na Corregedoria da Polícia Militar e será ouvido no inquérito instaurado pela Polícia Civil.

São Paulo, 25 de outubro de 2018.

COM A PALAVRA, PM

Nota à Imprensa

A Polícia Militar esclarece que o Coronel está licenciado e participava de um evento beneficente, quando ocorreu um desentendimento. O Oficial apresentou sua versão na Corregedoria da Polícia Militar, que fornecerá à Polícia Civil todas as informações necessárias para o esclarecimento que o caso requer.

São Paulo, 25 de Outubro de 2018.

Fonte: estadao

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web