jornalista1

Família acredita que detenta morreu torturada no Complexo de Gericinó, em Bangu

DETENTATORTURADAPriscila Moreira Cipriano da Silva, que morreu há uma semana, estava há cinco meses no Complexo Penitenciário de Gericinó. Ela foi presa sob suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas em Três Rios, no interior do Estado. Segundo a mãe da vítima, ela já havia reclamado que estava sendo espancada. Ao fazer o reconhecimento do corpo, no IML, a mãe afirma que Priscila estava com vários hematomas pelo corpo. A Secretaria de Administração Penitenciária informou que Priscila foi vítima de um mal súbito, mas abriu uma sindicância para apurar os detalhes do caso. O atestado de óbito ainda não tem as causas da morte, pois o documento depende do laudo do IML, que deve ficar pronto em 30 dias.

Fonte: http://noticias.r7.com/

Coronel da PM é preso em flagrante acusado de estupro de menina de 2 anos

coronelO coronel reformado da Polícia Militar Pedro Chavarry Duarte, de 62 anos, foi preso em flagrante na noite deste sábado (10), sob acusação de estupro de vulnerável e corrupção. O policial foi flagrado em um carro com uma menina de dois anos, nua, no complexo de favelas da Maré (zona norte). Para não ser preso, o coronel ofereceu suborno aos policiais militares que o encontraram. Duarte é presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Em janeiro passado, foi reeleito por mais três anos para o comando da instituição, que tem 30 mil associados.

A polícia chegou até o coronel por meio de uma denúncia anônima de que um homem estava na Rua Barreiros, em Ramos, com uma criança nua que chorava, dentro de um carro estacionado em um posto de gasolina. Segundo a PM, o coronel reformado se identificou e propôs que a ocorrência fosse encerrada, em troca de vantagens para os policiais do 22º Batalhão (Maré). Um dos policiais filmou a tentativa de suborno.

Duarte foi levado para a Cidade da Polícia, no Jacaré (zona norte), e depois transferido para um presídio que recebe policiais militares, em Niterói, na região metropolitana.

Segundo informações de moradores da região repassadas à polícia, aquela não era a primeira vez que o policial reformado levava a criança. As primeiras notícias são de que a mãe da menina está presa e criança ficou sob os cuidados de uma vizinha. A menina será levada à Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav) para avaliação.

Em nota divulgada neste domingo, 11, a Polícia Civil informa que o coronel reformado foi autuado em flagrante pela delegada Carolina Marins, da Central de Garantias, pelos crimes de estupro de vulnerável e corrupção ativa. Segundo a polícia, “cópias do procedimento serão encaminhadas ao Conselho Tutelar, para garantir a assistência à criança, e à 21ª Delegacia de Polícia, para prosseguir na investigação quanto a possíveis envolvidos no crime”.

Também em nota, a Polícia Militar confirmou a prisão do coronel reformado, a partir de uma denúncia anônima. “O senhor se identificou como policial reformado e pediu que a ocorrência fosse encerrada, oferecendo vantagens aos policiais militares. A equipe recusou a oferta e o conduziu preso para o registro. A Polícia Militar repudia e combate qualquer tipo de crime”, diz a nota da PM.

O crime de estupro de vulnerável prevê pena de oito a 15 anos de prisão e o de corrupção ativa, de um a oito anos de prisão.

Fonte: bandaB

Repórter tem celular apreendido por PM em operação na Cracolândia

cracolandiaDurante a cobertura da ação da PM na Cracolândia, em São Paulo, uma repórter teve seu celular apreendido e suas gravações apagadas. Daniella Laso, da rádio CBN, estava dentro do carro da empresa quando presenciou um conflito.

Ela começou a gravar com o aparelho o momento em que policiais jogaram gás lacrimogênio nos moradores de rua depois de terem recebido pedradas. Logo em seguida, um PM abordou o motorista do carro e ordenou que saíssem do local. Ambos estavam com crachás da rádio.

Na reportagem da CBN, Daniella conta que o policial pediu o celular dela, mas não o entregou. Por isso, um PM puxou o motorista para fora do carro e outro pegou o aparelho da mão dela a força. Ao tentar pegar o celular de volta, a repórter acabou tendo sua bolsa revistada, assim como o carro, o motorista e uma mochila.

Os dois foram liberados após sofrerem ameaças de que seriam levados até delegacia e enquadrados por desobediência. Ao devolverem o aparelho, Daniella percebeu que todas as gravações que tinha realizado tinham sido excluídas.

Fonte: https://catracalivre.com.br

Agente Federal atuava há 10 anos no Departamento Penitenciário

Alex Belarmino deixa esposa e duas filhas, uma com 9 e outra com 6 anos

mjnotaMinistério da Justiça emitiu na tarde de sexta-feira (02) nota oficial em relação a morte do Agente Federal Alex Belarmino Almeida Santos.

Confira o texto na íntegra:

É com profundo pesar que o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) comunica o falecimento do Agente Federal de Execução Penal, Alex Belarmino Almeida Santos, 36 anos. Alex estava há 10 anos do Departamento. Ele foi vítima de homicídio na cidade de Cascavel quando ia para a Penitenciária Federal de Catanduvas, na manhã desta sexta-feira (02).

O crime está sendo investigado pela Polícia Federal de Cascavel com o apoio das demais forças de segurança pública do Estado do Paraná. Todas as hipóteses levantadas serão levadas em consideração.

Alex Belarmino deixa esposa e duas filhas, uma com nove anos e outra com seis anos.

Agente Penitenciário do GIR assassinado em SP, segunda 29/08, segundo o Sifuspesp foi durante um assalto

Fonte: Sifuspesp
ap.mortpASP morto durante assalto será velado esta noite em São Paulo 
Seg, 29 de Agosto de 2016 19:29  
 
O SIFUSPESP convoca toda a categoria para o velório do agente de segurança penitenciária Jenilson Ferreira de Souza. O ASP faleceu nesta segunda-feira, após ter sido baleado durante um assalto a uma loja de eletroeletrônicos na Vila Brasilândia, zona norte de São Paulo, na última sexta-feira, 26/08.
 
Jenilson tinha 37 anos e trabalhava no Grupo de Intervenção Rápida(GIR). Ele já havia sido funcionário no Centro de Detenção Provisória de Mauá, na região metropolitana da capital.
 
O velório acontece a partir das 22h na sala 5 do Cemitério Parque Jaraguá, que fica no km 23 da Rodovia Anhanguera, no sentido interior. No mesmo local será feito o sepultamento, às 11h da manhã da terça-feira, 30/08.
 
 
A diretoria do SIFUSPESP presta sua solidariedade aos familiares e amigos de Jenilson, que deixa a esposa, Mari Sousa, e um filho.

Mais artigos...

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS  universidadedotransito   acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web