jornalista1

Receita diz que cocaína apreendida em SC chega a 811 kg

Droga foi encontrada em terminal portuário de Navegantes.
Entorpecentes estavam escondidos em pedras que iriam para a Espanha.

811kgcocaA Receita Federal informou na noite desta sexta-feira (6) que a cocaína apreendida pela manhã no terminal portuário de Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina, soma um total de 811 kg. A droga estava escondida em blocos de pedra que seriam levados de navio para a Espanha. No total, foram encontrados 751 tabletes.

A carga de pedra estava dentro de um contêiner, que foi selecionado pela Receita Federal e passado em escâner. Durante a inspeção, os fiscais localizaram a droga. "Descobrimos fundo falso e dentro de uma pedra havia 200 quilos de cocaína", explicou o inspetor da Receita Federal Luís Gustavo Robetti.

Havia oito contêineres, cada um com uma pedra. Foi encontrada droga em três desses oito contêineres.

No momento da abordagem, estavam apenas os motoristas dos caminhões que levavam os contêineres. Ninguém foi preso. A apreensão será encaminhada à Polícia Federal, que irá investigar o caso.

Conforme mostrou o RBS Notícias, esta já pode ser considerada a maior apreensão de cocaína da história do estado. Em 2008, cerca de 600 quilos haviam sido encontrados em Imbituba, no Sul catarinense.

Fonte: G1

PF destrói 36 mil pés de maconha que tinham até sistema de irrigação em PE

Vídeo mostra sistema de irrigação de 2 km montado em fazenda de Pedra, PE.
Pés colhidos e prensados resultariam em 12 toneladas de maconha, diz PF.

irrigacaoUm total de 36 mil pés de maconha foram destruídos em uma fazenda localizada em Pedra, no Agreste de Pernambuco. O caso ocorrido no dia 20 de setembro foi divulgado na manhã desta terça-feira (27) pela Polícia Federal. De acordo com a PF, dois homens foram detidos no local suspeitos de cultivar o plantio e montar uma tubulação de 2 km para irrigar os pés de maconha.
O sistema da irrigação funcionava por meio de bombas elétricas "que passavam por poços em sequência que retiravam água da Barragem do Riacho do Pau até chegar nas plantações", conforme detalhou a Polícia Federal.

Ainda segundo a PF, foi constatado que o plantio "foi implantado com eficientes técnicas de preparo do solo e de cultivo, com o uso de adubação química e de vários implementos agrícolas. Isto demandou um grande investimento financeiro, a maior parte bancado pelo proprietário da fazenda".

Toda a plantação foi incinerada junto com 120 kg da droga - que estavam dentro de sacolas. De acordo com a Polícia Federal, caso os 36 mil pés fossem colhidos e prensados, daria para se fazer 12 toneladas de maconha.

Um agricultor de 26 anos foi encontrado trabalhando na plantação de maconha. Ele foi autuado em flagrante e levado para o Presídio Advogado Brito Alves, em Arcoverde.

O dono do plantio e da fazenda - um homem de 43 anos - chegou a ser levado para a unidade prisional, mas foi solto e responderá pelo processo em liberdade. Além da dupla, três pessoas que participavam do cultivo da droga foram identificadas e serão indiciadas por tráfico e associação para o tráfico, de acordo com a PF.

Caso sejam condenados, os envolvidos podem pegar uma pena que varia de cinco a 15 anos de reclusão. Os detidos foram levados para realizar exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML).

Fonte: http://g1.globo.com

PF apreende carga de maconha com logotipo de cartel mexicano no PR

Foram encontradas 1,5 tonelada de droga em fundo falso de caminhão.
Dois homens foram presos em Nova Esperança, neste sábado (17).

drogasapreendidasDois homens, de 35 e 38 anos, foram presos com 1,5 tonelada de maconha em Nova Esperança, no noroeste do Paraná, neste sábado (17). A droga estava escondida em um fundo falso da carroceria de um caminhão que transportava grãos de milho.

Conforme a Polícia Federal, alguns tabletes de maconha estavam envoltos por logotipos do cartel de drogas mexicano “Sinaloa”, conhecido internacionalmente por tráfico de drogas.

O caminhão com placas de Amambai, no Mato Grosso do Sul, foi localizado pela Polícia Federal e Polícia Militar às margens da rodovia BR-376. Uma denúncia anônima havia informado que o veículo estaria na região, e os agentes começaram a investigar onde ele estaria parado.

Como o caminhão estava carregado com grãos de milho, a equipe do canil da Polícia Militar foi chamada. Os cães farejadores acusaram a presença da droga, e após a carga ser descarregada em um cerealista se constatou a presença dos tabletes do entorpecente.

Os dois suspeitos foram levados à delegacia da Polícia Federal de Maringá e foram autuados pelo crime de tráfico internacional de entorpecentes.

Quer saber mais notícias da região? Acesse o G1 Norte e Noroeste.

Polícia Federal deflagra operação contra tráfico de drogas em sete estados, entre eles o Paraná

pfdeflagraA Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (31) a Operação Minotauro. A meta é desarticular organizações criminosas em Pernambuco, Paraná e Mato Grosso do Sul relacionadas a esquema de tráfico transnacional de maconha e cocaína, além de contrabando de armas de fogo de uso restrito.

Segundo nota divulgada pela PF, desde a madrugada de hoje, 130 policiais federais cumprem 12 mandados de prisão: cinco no Paraná, três em Pernambuco, um no Mato Grosso do Sul, um na Paraíba e dois na Bahia. Duas pessoas estão foragidas.

Outros 21 mandados de busca e apreensão são distribuídos em cinco estados: Pernambuco, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Santa Catarina. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal.

Sequestro de bens e bloqueio de contas bancárias também foram determinados pela 13ª Vara Federal, além de quatro conduções coercitivas destinadas a pessoas supostamente relacionadas a processo de lavagem de dinheiro, entre elas, titulares de contas bancárias de pessoas físicas e jurídicas com expressiva movimentação financeira.

Até o momento, nove mandados de prisão já foram cumpridos. Também foi realizada a apreensão de duas caminhonetes S-10, um Jeta, uma Land Rover, um Gol, uma Hilux, um Ônix e uma motocicleta Honda Hornet CB600.

Os presos, após os indiciamentos e interrogatórios, serão apresentados à Justiça Federal para audiência de custódia e, em seguida, serão submetidos a exame de corpo de delito e encaminhados para o Cotel (Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna).

Os investigados presos em outros estados serão interrogados na unidade da Polícia Federal e transferidos para Pernambuco.

Nomes dos presos

Dos quatro mandados de prisão em Pernambuco, três foram cumpridos. Os detidos são Cícero Thiago Cavalcanti,  conhecido como Touro, alagoano residente no Recife; Marcelon Luis da Silva, oGeneral, que mora em Igarassu (PE); e o soteropolitano Isac Lima Marques, vulgo Maguary, preso no Recife.

Na Paraíba, foi preso Carlos Genildo de Souza, o Capitão; no Paraná, também três dos quatro mandados foram cumpridos, resultando na prisão de Cristiano Moreira de Oliveira, conhecido como Cris; Gilmar da Silva Almeida, vulgo Boneco; e Claumir Heidmann, o Velho.

Em Mato Grosso do Sul, o suspeito levado pela PF foi Gerson Cosmo Nunes Coutinho; e no Paraná foram detidos Edson Gerald e José Aparecido. Os dois foragidos são Cristiano da Silva Araújo, o Playboy, de Pernambuco; e José Erni Nunes, o Cabelo, do Paraná.

Origem das investigações

As investigações começaram em 2015 com a identificação de 1.257 kg de maconha de origem paraguaia. A droga foi enviada a Pernambuco pela organização estabelecida no Paraná. Segundo a PF, o fornecimento de drogas e armas de fogo era promovido mediante pagamento em espécie, depósitos bancários e doação de automóveis.

Nas investigações, foram apreendidas aproximadamente quatro toneladas de drogas das organizações criminosas investigadas, conforme informou a Polícia Federal. As apreensões ocorreram em Minas Gerais, Alagoas, Pernambuco e no Paraná.

Fonte: http://www.portalnatelado190.com.br/

Os foragidos do Narcosul: veja quem são os traficantes mais procurados do bloco

narcosulDurante os últimos seis meses, o EXTRA pesquisou em bases de dados públicas as informações criminais de 170 traficantes procurados nos quatro países em que o Narcosul funciona: Bolívia, Brasil, Paraguai e Peru. Nos cinco links abaixo, você poderá ver quem são os criminosos nascidos nesses quatro países e na Colômbia, suas datas de nascimento, suas idades e o país que tem pelo menos um mandado de prisão expedido contra eles. Desse total, o EXTRA obteve fotos de 120 deles.

O levantamento, exclusivo e inédito, reúne dados da Interpol, repassados à polícia internacional pelos países em que o mandado de prisão foi expedido, do Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça brasileiro e de processos que correm nos tribunais de Justiça de Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

Todos os traficantes listados aqui têm funções intermediárias nas organizações criminosas a que pertencem. O objetivo do EXTRA, com isso, é publicar on-line, ao alcance de qualquer buscador de internet, os dados básicos de traficantes cuja prisão contribuiria para o avanço das investigações e do combate ao tráfico internacional de drogas. Além disso, os dados podem servir de fonte de consulta para cidadãos, jornalistas e principalmente autoridades desses países.

O EXTRA também incluiu dados de traficantes colombianos foragidos que atuam nos quatro países em que as organizações criminosas do Narcosul operam.

Para consultar a lista, clique em algum dos países. Caso queira procurar algum nome, pressione as teclas CTRL e F juntas e digite.

Bolívia

Brasil

Colômbia

Paraguai

Peru

Se você tem alguma informação sobre alguma das pessoas listadas aqui, pode entrar em contato com a autoridade policial mais próxima de seu país. Abaixo, os telefones das quatro polícias que procuram os foragidos do Narcosul. A Polícia Federal também oferece um e-mail exclusivo para receber denúncias sobre tráfico de drogas. As autoridades policiais dos quatro países reforçam que nenhum cidadão deve, sob hipótese alguma, tentar prender alguma dessas pessoas.

Você também pode fazer denúncias sobre traficantes foragidos do Narcosul pelo e-mail do Casos de Polícia:.

Para fazer uma ligação internacional a partir do Brasil, você deve discar a sequência abaixo, em que XX é o código da operadora de longa distância brasileira que você utilizará.

00(XX)(Código do país)(Número de telefone)

Telefones das polícias dos quatro países em que o Narcosul opera:

Bolívia

Força Especial de Luta contra o Narcotráfico (Felc-N) - (591) 2410047

Brasil

Polícia Federal (PF) -(55) (61) 2024-8000

Peru

Diretoria Antidrogas (Dirandro) - (51) 221-2421

Paraguai

Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) - (021) 554-585

Fonte: http://extra.globo.com/

Mais artigos...

...

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6          codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web