jornalista1

Agente penitenciário executado com sete tiros levava cocaína para presídio

vd0205O agente penitenciário Duilio Florenciani Gonzales, executado na manhã desta quarta-feira (24), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Paraguai estava com drogas escondida em seu uniforme. Ele estava indo para o trabalho quando foi assassinado.

Duilio estava a caminho da penitenciária regional da cidade quando pistoleiros o alcançaram e efetuaram sete disparos, praticamente todos na região da cabeça, com pistola 9mm. A polícia encontrou em seu uniforme um tablete 1 quilo e 22 gramas de pasta base de cocaína.

A execução aconteceu por volta das 6 horas da manhã desta quarta (24). A polícia investiga o crime com envolvimento com tráfico de drogas. Não se sabe para quem o agente estava carregando a droga, ou se ele comercializava o entorpecente na penitenciária.

Fonte: midiamax

Chefe do tráfico no Chapadão é preso em hospital particular após se ferir com o próprio fuzil e alegar 'acidente de trabalho'

chefetraficochapadaoCésar Augusto Alta de Araújo, de 30 anos, conhecido como PQD e apontado como chefe do tráfico no Complexo do Chapadão, na Zona Norte do Rio, foi preso em flagrante nesta sexta-feira. Ele estava internado em um hospital particular de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, após se ferir com o próprio fuzil durante um confronto com a PM.

Araújo deu entrada no Hospital Terezinha de Jesus nesta quinta, alegando ter sofrido um acidente de trabalho. Segundo a polícia, porém, o ferimento foi causado pela pane de um fuzil calibre .30, utilizado pelo traficante durante um confronto com policiais do 41º BPM (Irajá).

Placa de identificação de Araújo no hospital particular em Meriti

De acordo com a investigação, Araújo é um dos responsáveis pelas recentes disputas de território envolvendo o Morro do Cajueiro, em Madureira, também na Zona Norte. Além do confronto com policiais nesta quinta, na localidade conhecida como Gogó da Ema, no Chapadão, ele também teria participado dos tiroteios ocorridos em Brás de Pina na última semana.

O suspeito é apontado pela polícia como um dos membros mais perigosos de sua facção, reconhecido pela audácia em suas ações, e responderá pelo crime de associação para o tráfico. A ação contou com a participação de policiais civis da 64ª DP e militares do 21º BPM, ambos de São João de Meriti.

Fonte: https://extra.globo.com/casos-de-policia/chefe-do-trafico-no-chapadao-preso-em-hospital-particular-apos-se-ferir-com-proprio-fuzil-alegar-acidente-de-trabalho-23612079.html?utm_source=WhatsApp&utm_medium=Social&utm_campaign=compartilhar

Modelo Caroline Bittencourt desaparece durante passeio de barco em São Paulo

vd2904A modelo Caroline Bittencourt está desaparecida desde o fim da tarde de domingo após cair de um barco durante um passeio que fazia com o marido, Jorge Sestini, no litoral de São Paulo.

Segundo o Tenente Texeira, da Delegacia da Capitania dos Portos de São Sebastião, o casal estava em uma embarcação que seguia de Ilhabela para São Sebastião, quando foram surpreendidos por uma forte tempestade. Jorge ainda mergulhou para tentar resgatar a mulher, mas não obteve sucesso.

Caroline fez uma postagem no Instagram pouco antes do acidente, na qual mostrava que estava em um barco. As imagens mostram que, por volta de 15h, o dia parecia bastante ensolarado.

Jorge Sestini foi encontrado por uma lancha do Corpo de Bombeiros. Neste momento, embarcações do Corpo de Bombeiros e da Capitania dos Portos fazem as buscas na região do desaparecimento.

A modelo é mãe de Isabelle Bittencourt, de 16 anos. O casamento com Jorge ocorreu em janeiro deste ano, em São Miguel dos Milagres, Alagoas.

Caroline ganhou fama após ser expulsa do casamento de Daniela Cicarelli e Ronaldo Fenômeno, em 2005. Ela acompanhava o então namorado e convidado para a festa, Alvaro Garnero, mas, segundo a noiva, não poderia participar da celebração porque não tinha convite. 

Fonte: extra

Após acidente no pouso de avião, cinco suspeitos de associação ao tráfico são presos em Atibaia

Segundo a polícia, quadrilha usava aeronave para transportar droga para a região. Investigação durou três meses.

vd18041 Cinco homens foram presos por associação ao tráfico de drogas nesta terça-feira (16) em Atibaia (SP). A polícia chegou até eles depois de um acidente na aterrissagem de um avião de pequeno porte. A polícia aponta a quadrilha usava a aeronave para transportar a droga para a região.

De acordo com a Polícia Civil, que investigava os suspeitos há três meses, nesta terça-feira foi obtida a informação de que um avião carregado com drogas pousaria em um condomínio de chácaras, no bairro Ponte Alta, entre Atibaia e Bragança Paulista.

Por volta de 12h30, um morador do condomínio acionou a polícia informando que uma aeronave bateu em um barranco durante o pouso e que, depois, teria visto homens colocando caixas dentro de um caminhão.

Os policiais foram até o condomínio e dentro de um hangar encontraram o avião com a fuselagem da asa amassada, além de uma outra aeronave. Segundo a polícia, ambas decolaram de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e pousaram na pista do condomínio.

Suspeitos, os pilotos foram questionados e informaram que a carga foi levada para um condomínio próximo de onde os aviões estavam.No local foram achados dois caminhões com fundo falso e uma caminhonete.

Os cães do canil da PM fizeram buscas e encontraram um tijolo de um quilo de maconha escondido dentro de um tambor com milho e R$ 43 mil.

Os pilotos e os três homens que estavam na chácara, no segundo endereço vasculhado, foram presos por associação ao tráfico. Os aviões, dois caminhões e a caminhonete foram apreendidas.

A polícia recebeu a informação de que as caixas, que poderiam estar com drogas, foram colocadas em uma caminhonete branca, e que o condutor fugiu.

O caso segue em investigação. Agora, a polícia procura o dono da casa no condomínio onde os aviões pousaram e tentam descobrir quem são os donos das aeronaves.

Fonte: G1

Brasileiros que estudam medicina em Pedro Juan Caballero são presos com drogas

13 pessoas foram presas, sendo 12 brasileiros e um paraguaio

vd1104Setor de investigação e Departamento Antinarcóticos da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã-MS, efetuaram a prisão de 13 pessoas, sendo 12 de nacionalidade brasileira e um paraguaio, pela posse de maconha, prensada e picada. A maioria dos presos são estudantes de medicina.

De acordo com informações, a ação encabeçada pelo agente fiscal Armando Cantero, realizou na tarde desse sábado, dia 06, uma ação em uma casa localizada no bairro Obrero da cidade paraguaia, após denúncias de que na casa havia muito barulho e bagunça e um entra e sai de pessoas.

Das pessoas presas, 04 são mulheres. Foram presos o paraguaio P. A. M. R e os brasileiros: B.G.C de S; L.O.R; D.S de S; V.W; T.K de O. P; A.M. dos R. J; A.L.S.N; F.R; G.J. M. S.M; A.N; G.A.de O.J; R.L.G da R, todos maiores de idade.

Na casa, os policiais encontraram 03 pacotes de maconha prensada que pesou 2 quilos e 500 gramas, 01 frasco de plástico, maconha picada e 03 motos.

Acredita-se que o local era "ponto de droga", onde se vendia pacotinhos e também várias festas aconteceram no local, com muita bagunça.

Fonte: pontaporainforma.com.br

Mais artigos...

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto  safestore1  smartseg 
universidadedotransito acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web