juarezjornalista

PM é morto com tiro acidental de fuzil disparado por colega

 O projétil perfurou o colete à prova de balas e atingiu o tórax do policial

n2210O sargento da Polícia Militar (PM) Luiz Antônio Faria, de 46 anos, morreu ao ser baleado com um tiro de fuzil por um colega da corporação, na noite desta quinta-feira, 18, em Sorocaba, cidade interior de São Paulo. De acordo com o comando da PM, o disparo foi acidental, durante o atendimento a uma ocorrência. O projétil perfurou o colete à prova de balas e atingiu o tórax do policial – que foi levado ao Hospital Regional de Sorocaba, mas não resistiu.

O policial era lotado na Companhia de Força Tática do 7º Batalhão da Polícia Militar, em Sorocaba. A equipe foi mobilizada após uma denúncia anônima sobre a presença de supostos criminosos armados numa chácara do bairro Inhayba, na zona leste da cidade. Segundo a PM, foi organizado um cerco à área, mas a denúncia não se confirmou. Durante a varredura na chácara, em um dos cômodos, o sargento foi alvejado por um disparo de outro policial.

Ainda segundo a PM, foi aberto procedimento pela Polícia Judiciária Militar para apurar “todos os fatos desse triste episódio”. O comandante do 7º Batalhão, tenente-coronel Carlos Alexandre Mello, divulgou nota de solidariedade aos familiares e amigos do policial.

“O comandante lamenta, com muito pesar, a fatalidade que acabou por ceifar a vida de um profissional extremamente competente que sempre atuou na defesa da sociedade sorocabana”, diz a nota. O sargento era casado e tinha uma filha. O sepultamento será às 10h deste sábado, 20, no cemitério Memorial Park, em Sorocaba.

Fonte: bandaB

 

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web