juarezjornalista

Corregedoria da Seap investiga morte de presa em cadeia na Zona Norte do Rio

 Presas dizem que agentes penitenciários deixaram presa morrer de fome e foram truculentos. Seap alega que corregedoria foi acionada e não foi constatado qualquer tipo de agressão contra as detentas.

institutobenficaA corregedoria da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio (Seap) investiga a morte de uma detenta do Instituto Penal Oscar Stevenson, em Benfica, nesta sexta-feira (4). Imagens que circulam em redes sociais mostram a detenta inconsciente em uma cama, enquanto outras presas falam sobre a possível circunstância da morte.

Segundo elas, os agentes penitenciários agiram de forma truculenta e teriam deixado a mulher morrer de fome.

Em nota, a Seap informou que o Corregedor Geral da Seap, delegado Federal Fabio Andrade, permaneceu durante toda essa madrugada na unidade com uma equipe da corregedoria para agilizar a apuração dos fatos, onde até o 

momento não foi constatado qualquer tipo de agressão contra as detentas.

Em relação à alimentação, a secretaria disse que nesta sexta houve reclamação da comida e que a mesma foi devidamente substituída. Sobre o socorro à mulher, a Seap informou que a detenta inicialmente foi atendida por uma enfermeira e, no mesmo dia, por uma médica, que a examinou e medicou.

No início da noite, a detenta voltou a passar mal e uma ambulância do Samu foi acionada, mas a mesma morreu antes da chegada do socorro. A secretaria também informou que foram encontrados quatro aparelho de celular no interior das celas.

Fonte: G1

 

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    ricardo    EAD  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web