JORNALISTAMINI

Agente de cadeia preso por facilitar entrada de celulares é transferido para Pinhais

Justiça decretou a prisão preventiva do agente flagrado facilitando a entrada de celulares na Cadeia Pública Hildebrando de Souza

oc1207A Justiça decretou a prisão preventiva do agente de cadeia pública flagrado facilitando a entrada de celulares na Cadeia Pública Hildebrando de Souza, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. Ele foi preso em flagrante no último fim de semana e está preso desde então. Ele será transferido para o Complexo Médico Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, onde vai aguardar o julgamento.

O agente foi preso em flagrante na noite de sexta-feira depois de ser monitorado pelos superiores por atitudes suspeitas. Em uma revista surpresa, foram encontrados dois aparelhos celulares novos escondidos no setor onde ele atuava, comprovando que ele estaria cometendo o crime. Contratado pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS), ele já estava há dois anos na unidade prisional.

Ele foi submetido a audiência de custódia, em que a prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva. Na decisão, a juíza Heloísa da Silva Krol Milak justifica a conversão “em prol da ordem pública” e pela “conduta que retira a credibilidade das instituições e abala a ordem pública”, além de ressaltar que o agente foi preso em flagrante pelos crimes de corrupção passiva e facilitar a entrada de aparelho celular em estabelecimento prisional, conforme previsto nos artigos 317 e 349 A do Código Penal.

A corregedoria do Departamento de Execuções Penais (Depen) instaurou um procedimento de sindicância com prazo de 30 dias para investigar o caso.

Fonte: bandaB

 

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web