juarezjornalista

PM e Bombeiro são presos com dinheiro do assalto ao Banco do Brasil

np2911Segundo informações da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), André dos Anjos Santos estava aramado com uma pistola .40 quando foi abordado pela PM, porém não portava a identificação funcional.

Em entrevista a rádio Mirante AM, nesta terça-feira (27), o capitão Ferreira, da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), relatou a prisão de André dos Anjos Santos.

“O policial estava no local da explosão e recolhendo dinheiro que ficou pelo chão. Ele não foi encontrado junto com integrantes do bando que atacou a agência. Então agora é um trabalho de investigação para saber se ele tem algum envolvimento com a quadrilha”, disse o capitão Ferreira.

Sobre o número exato de integrantes da quadrilha que explodiu a agência do Banco do Brasil na cidade de Bacabal, o capitão Ferreira disse que até agora não há um número exato. “Não temos conhecimento do número certo dos integrantes da quadrilha, mas estimamos com base em informações em torno de 40 a 50 (bandidos)”, disse o capitão.

O Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, concedeu entrevista coletiva e falou também sobre o caso das prisões do PM e do Bombeiro.

Secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela. Foto: Reprodução.

“Nós vamos colocá-los no raio apuratório, para saber o que eles, enquanto militares, faziam no perímetro de prática de roubo a banco. Nós queremos saber se algum deles fez cobertura, deu proteção, deu informações, porque não é natural o cidadão, como militar, estar num local de roubo e ainda se envolver em furto. O natural seria uma reação com informações sobre a ação do bando, se aproximar das forças estaduais para nos ajudar, como fizeram outros que estavam de folga”, declarou o secretário de segurança.

“No caso deles, são tratados por nós, agora, como criminosos e todos eles, além da autuação lá, pela prática de furto, serão trazidos pelo Departamento de Roubo a Banco da Seic para interrogatório, para saber o grau, ou não, de envolvimento deles com a organização criminosa”, completou Jefferson Portela.

Fonte: imirante

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    ricardo    EAD  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web