jornalista1

TIRO: Agente penitenciário tenta matar motorista de aplicativo após briga em aniversário

Um jovem de 18 anos teria escutado o agente penitenciário dizer que ia agredir a mulher, caso ela não ficasse quieta

np1402Uma festa de aniversário acabou em tentativa de homicídio por volta das 23h15 da noite de domingo (03) em uma residência na Rua Ouro Preto, bairro Aponiã, em Porto Velho. Um agente penitenciário identificado apenas como Gonçalves é suspeito de atirar no motorista de aplicativo Cleliton Rafael Frazão Freitas, 34.

De acordo com informações da polícia, no local estava sendo comemorado o aniversário da mulher do agente penitenciário e, em dado momento um casal que participava da festa começou a brigar. A mulher teria corrido para tentar danificar o carro do marido e o agente penitenciário interveio indo para cima de tal mulher com o intuito de impedir. 

O jovem de 18 anos teria escutado o agente penitenciário dizer que ia agredir a mulher, caso ela não ficasse quieta. Como a mulher é prima do jovem, ele foi tomar satisfação com o agente e acabou recebido com um forte tapa no rosto. 

Neste momento, o jovem telefonou para o pai, Cleliton, e a vítima foi para o local junto com a esposa em um carro Fiat Argo. Com raiva, o homem logo abordou o agente penitenciário para questioná-lo sobre a agressão ao filho e houve intensa discussão.

Foi quando Cleliton entrou em seu carro junto com o filho e o agente penitenciário sacou uma pistola. A vítima ainda acelerou o veículo para tentar escapar do tiro, mas foi atingida no abdômen e bateu o carro no muro de uma casa. Mesmo ferido, Cleliton ainda dirigiu o automóvel até uma base da PM no bairro e de lá foi socorrido ao hospital João Paulo II por um policial militar de plantão. 

No momento do crime, o agente penitenciário ainda agrediu com uma coronhada na cabeça a mulher de Cleliton que tentou segurar na arma para ele não efetuar mais disparos no marido dela. A Polícia Militar foi acionada, mas não conseguiu localizar e prender o agente penitenciário.

Fonte: inforondonia

Briga de trânsito entre policiais militares termina com tiroteio e um deles baleado em Goiânia

cfa0702Segundo ocorrência, um deles atirou no carro do outro, que revidou e acertou a perna dele. Ele está internado. PM informou que eles estavam de folga, não se conheciam e só descobriram que eram colegas de profissão após a ocorrência.

Uma briga de trânsito envolvendo dois policiais militares terminou com troca de tiros e um deles baleado, no Setor Jardim América, em Goiânia. Segundo o boletim de ocorrência, durante a confusão, o cabo Cleber Alves Rodrigues efetuou o primeiro disparo, atingindo a porta do carro onde estava o soldado Maurício Estevam Machado, que revidou e feriu o colega com um tiro na perna. Ele está internado.

O fato aconteceu no sábado (2). Segundo a assessoria de imprensa da PM, ambos estavam de folga, não se conheciam e só descobriram que eram colegas de profissão após os disparos. As armas foram apreendidas e foi aberto um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar os fatos.

Imagens mostram movimentação na rua logo após a confusão. O soldado foi levado para a Corregedoria da PM, onde foi ouvido logo após a ocorrência e liberado. Ele ainda terá de se apresentar à Polícia Civil para depor sobre o caso.

Já o cabo foi socorrido e levado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). De acordo com a unidade de saúde, ele passou por cirurgia e se recupera em um leito de enfermaria. Seu quadro clínico é considerado regular.

 

A TV Anhanguera não conseguiu contato com os PMs envolvidos na briga.

 Fonte: G1 Goiás.

TRF da 4ª região entende que guarda municipal pode ser inscrito na OAB

np0402A 3ª turma do TRF da 4ª região negou recurso da OAB/RS e manteve decisão que permitiu a um guarda municipal a inscrição nos quadros da Ordem. 

A relatora, desembargadora Vânia Hack de Almeida, destacou que examinando as funções exercidas pelo guarda “não se vislumbra qualquer similitude com  a "atividade policial" expressa no inciso V do art. 28º da lei 8.906/94, razão pela qual não que se falar em incompatibilidade para o exercício da advocacia, mas tão somente impedimento do seu exercício contra a Fazenda Pública que o remunera (art. 30, I).”

De acordo com ela, a restrição legal que serviu de base ao indeferimento da inscrição só se justifica nas hipóteses em que as funções desempenhadas pelo servidor público detenham poder decisório, capazes de afetar diretamente a esfera de interesse de terceiros, “o que não se enquadra à situação do impetrante, cujas funções exercidas na Guarda Municipal não ostentam natureza de atividade policial.”

“Ademais, tenho que o artigo 28 da lei 8.906/94 não pode ser interpretado extensivamente por se tratar de restrição ao exercício de profissão. Não se admite, assim, discricionariedade de interpretação para além dos termos do texto legal. Logo, se a função ou cargo exercido pelo pretenso advogado não se enquadra nos descritos no artigo 28, não há que se falar em incompatibilidade.”

O guarda municipal foi representando no caso pelo advogado Paulo Eduardo Mendes Gonçalves da Mota, o qual destacou que a decisão altera a situação jurídica dos guardas municipais em todo país. “Altera o entendimento de atividade jurídica, e altera toda jurisprudência em relação ao tema.

  • Processo: 5043146-13.2017.4.04.7000

Fonte: migalhas

Agente penitenciário é preso com drogas e celulares em presídio da Grande BH

O servidor já estava sendo monitorado pelo setor de inteligência da Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap)

np2401Uma investigação está sendo feita no Presídio de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, depois da prisão de um agente penitenciário com drogas, e celulares que seriam entregues para detentos da unidade. O homem já estava sendo monitorado pelo setor de inteligência da Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap).

Agentes do setor de inteligência da Seap conseguiram informações de que um dos agentes penitenciários da unidade estaria com drogas e celulares. A suspeita é que os materiais seriam entregues para detentos. Diante disso, foi pedido aos funcionários do presídio que abrissem os armários, onde eles guardam os pertences pessoais.

No armário do servidor, foram encontrados três celulares, três carregadores, um fone de ouvido, um chip, seis tabletes de substância semelhante à maconha, cinco comprimidos de ecstasy e um invólucro de substância semelhante à cocaína. Diante disso, foi dado voz de prisão ao agente, que foi encaminhado para a delegacia.

“O agente vinha sendo monitorado há alguns meses, com a ciência do Poder Judiciário, Ministério Público, Assessoria de Inteligência e Superintendência de Segurança Prisional da Seap/Sesp”, informou a Seap, por meio de nota. “A direção da unidade já instaurou uma investigação preliminar e um processo administrativo para apurar o fato, que serão encaminhados para a corregedoria da secretaria para tomar as medidas cabíveis”, finalizou. 

Fonte: em

Descontrolado, policial militar invade festa e dá tapa na cara de noiva

Vídeo registrou o momento da agressão e o PM foi afastado; caso aconteceu em Alagoas

np1701Mais um caso de violência contra a mulher aconteceu em Maceió e está causando revolta nas redes sociais. Isso porque um policial militar decidiu dar um tapa na cara de uma mulher que comemorava seu noivado.

A agressão, que foi filmada, aconteceu depois que ele discutiu com o noivo e outros da festa. O militar não estava em seu horário de trabalho e o caso aconteceu no dia de Natal.

Em determinado momento, a noiva pede ao policial que ele “respeite o povo”. Em seguida, ele revida com um tapa na cara dela. O impacto faz a mulher cair em uma cadeira.

Segundo a reportagem do site UOL, não havia barulho na festa e um grupo de amigos conversava quando o policial chegou irritado.

Depois da repercussão das imagens, o comandante-geral da Polícia Militar de Alagoas, Marcos Sampaio, informou, por meio de nota, que determinou a abertura de procedimento administrativo para apurar a conduta do major. Ele já foi afastado temporariamente.

Veja o vídeo:np1701video

Fonte: varelanoticias

Mais artigos...

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS  universidadedotransito   acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web