jornalista1

Grupo busca alternativas de trabalhos para mulheres egressas do sistema prisional

r0804O grupo de trabalho que estuda alternativas para a criação de postos de trabalho voltados para egressas do sistema penitenciário paranaense se reuniu na quarta-feira (3), no prédio do Fórum de Execuções Penais, em Curitiba. O tema do encontro foi a definição de ações voltadas para mulheres monitoradas que encontram dificuldades de voltar ao mercado de trabalho.

“As dificuldades das mulheres em conseguir uma ocupação econômica geram problemas sociais sérios, pois muitas têm filhos e precisam arrumar formas de sustentar as famílias”, afirma Isabel Kugler Mendes, presidente do Conselho da Comunidade da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba – Órgão da Execução Penal. “É preciso criar políticas públicas para atender essas pessoas. Precisamos de projetos possíveis para combater esse flagelo nacional”, ressalta Elisabete Subtil de Oliveira, coordenadora do Conselho.

Fazem parte do grupo representantes do Conselho da Comunidade da RMC; Defensoria Pública; Tribunal de Justiça; Universidade Federal do Paraná; Escritório Social; Patronato Penitenciário; e o Departamento Penitenciário. O próximo encontro será no dia 25 de abril.   

Fonte: conselhodacomunidadecwb

Comentar

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto     safestore1      CONTASABERTAS  universidadedotransito   acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web