JORNALISTAMINI

Haitiano é achado morto e com sinais de asfixia em cela da Papuda, em Brasília

Homem de 29 anos estava sozinho em cela de segurança máxima após agredir detentos, diz administração. Além de 'instabilidade emocional', ele tinha ferimento na perna; Polícia Civil apura.

gradessUm haitiano de 29 anos foi encontrado morto nesta segunda-feira (18) em uma das celas do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Segundo a administração do presídio, o homem estava sozinho em uma cela de segurança máxima e tinha sinais de "asfixia mecânica", ou enforcamento.

No início da manhã, agentes prisionais que faziam ronda pelas celas encontraram o homem desacordado. Uma equipe do Samu foi acionada, mas não conseguiu reanimar a vítima. A 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) e o Instituto Médico Legal (IML) investigam a causa da morte – o laudo deve ser divulgado em até um mês.

Segundo a Subsecretaria do Sistema Penitenciário, o haitiano chegou à Papuda na última sexta (15) e seguiu para atendimento médico, "pois estava bem agressivo". Enquanto era mantido em observação, de acordo com a pasta, ele agrediu outros pacientes e membros do corpo clínico que estavam no local.

Após o episódio de violência, ele foi transferido para o Pavilhão de Segurança e, no fim de semana, ficou em isolamento total. Segundo os gestores da Papuda, além da "instabilidade emocional", o detento apresentava um ferimento na perna e, por isso, também estava sendo medicado com antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios.

O imigrante tinha sido preso na última quarta-feira (13), em Samambaia, por suspeita de esfaquear um colega de trabalho, reagir à ordem de prisão e também atacar um policial civil com golpes de faca. O ferimento na perna teria sido causado por um disparo do policial, durante a confusão. As duas vítimas passam bem.

Fonte: G1

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web