juarezjornalista

Presas são algemadas em cama de policiais em delegacia no Paraná

pc3007Três mulheres presas na delegacia de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, estão algemadas pelos pés em uma cama de descanso dos policiais, de acordo com o Sindicato dos Policiais Civis do Paraná (Sinclapol).

De acordo como presidente da entidade, Fábio Barddal, a detenção é de responsabilidade do Departamento Penitenciário do Paraná. “Nossa orientação é para ele não atender a nenhuma demanda da cadeia após às 18 horas, quando os pessoal do Depen vai embora”, afirmou.  Se ele atender e a presa vir a acusá-lo de qualquer fato, o judiciário e o Ministério Público vão acreditar no preso. A orientação é para se proteger e fazer apenas o que for a obrigação”. disse.

A delegacia está superlotada, com 48 detentos. O Sinclapol afirma que o local tem capacidade para cinco.

As mulheres foram presas em flagrante na quinta-feira (26) e continuam na mesma situação nesta sexta-feira (27).

As presas só serão transferidas após a audiência de custódia. Segundo a polícia civil, outros cinco presos da delegacia devem ser removidos ainda hoje.

Veja a nota na íntegra:

A Polícia Civil está ciente da superlotação da Delegacia de São José dos Pinhais e vem trabalhando junto ao Judiciário local e o Depen para que essas mulheres presas sejam removidas para o Departamento Penitenciário.

Elas foram presas em flagrantes e aguardam provisoriamente até a audiência de custodia, para então serem transferidas. No momento tem 48 presos. Cinco presos serão removidos nesta sexta-feira (27/07).

Fonte: paranaportal

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    ricardo    EAD  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web