jornalista1

Catarinense pode ter sido assassinado e queimado no Paraguai

Clodoaldo de Mattos aparece em um vídeo divulgado por suspostos integrantes do PCC

capUm homem de Campo Erê, cidade catarinense que faz limite com Marmeleiro, pode ser uma das vítima de um crime ocorrido no dia 24 de julho, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

Clodoaldo de Mattos aparece em um vídeo divulgado por supostos integrantes do PCC. Mascarados, os suspeitos apontam metralhadoras para Clodoaldo e para outro homem ao seu lado.

"Se vir aqui para fronteira o bicho vai pegar. FDN, PGC, Comando Vermelho, porque aqui quem manda é o PCC", disse um dos assassinos antes da execução.

Em outro vídeo, os criminosos mostram dois corpos carbonizados, que seriam dos dois homens. ?Se entrar no Paraguai vai virar churrasco?, afirma um dos atiradores, referindo-se a integrantes de outras facções criminosas.

A polícia paraguaia ainda investiga o crime. Entretanto, até o momento os dois corpos não foram localizados.

Fonte: catve

Comentar

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto  safestore1  smartseg 
universidadedotransito acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web