jornalista1

Sargento e soldada da PM são presos ao serem flagrados em motel durante horário de serviço em Belém

De acordo com a Corregedoria a Polícia Militar, o flagrante ocorreu após denúncia. O casal foi autuado por dormir em serviço, abandono de posto e prevaricação. 

Pms são flagrados dormindo em motel no horário de serviço em Belém. — Foto: Reprodução / Google Maps Dois policiais militares foram detidos na madrugada desta quinta-feira (19), suspeitos de terem abandonado o serviço. Eles foram encontrados em um motel no bairro do Parque Verde, em Belém, no horário em que deveriam estar em plantão nas ruas.

De acordo com a Corregedoria a Polícia Militar, o flagrante ocorreu após denúncia. O sargento e a soldada, do 24º Batalhão, foram encontrados dormindo no motel. O casal foi autuado por dormir em serviço, abandono de posto e prevaricação, que é o crime cometido por funcionário público quando, indevidamente, deixa de praticar ato de ofício visando satisfazer interesse pessoal.

De acordo com a Corregedoria, os militares serão encaminhados para o Centro de Reclusão Coronel Anastácio das Neves, no Complexo Penitenciário de Santa Izabel, no Distrito de Americano, e serão submetidos à Audiência de Custódia nas próximas 24 horas.

Os policiais foram conduzidos até a Corregedoria para início dos procedimentos legais. Um outro membro da guarnição teria sido levado para servir de testemunha. 

Fonte: G1

A partir de MS, ‘Família Busca-pó’ levou mercado de cocaína para a Europa

Casal de traficantes conta com fazenda com 1.500 hectares em Campo Grande

 A partir de Mato Grosso do Sul, teve início sofisticado esquema de tráfico internacional de drogas que tinha como destino a Europa. Karine Campos e Marcelo Mendes Ferreira são os responsáveis pela fundação da “Família Busca-pó”, organização criminosa alvo da Operação Alba Vírus, deflagrada em agosto pela Polícia Federal.

Segundo reportagem publicada pela revista Veja, Karine é natural de Mato Grosso do Sul e conhecia produtores de cocaína na Bolívia. Marcelo, por sua vez, sabia os caminhos para distribuição de drogas pelo interior da Bahia. Juntos, coordenavam inicialmente grupo que despachava entorpecentes em ônibus e carros velhos, de forma modesta, para a Bahia.

Em 2009 foram presos e acabaram soltos seis meses depois. No entanto, voltaram ao radar das autoridades com um esquema maior e mais complexo, envolvendo despacho de cocaína pelos portos de Santos, Paranaguá, Navegantes, Itajaí e Salvador. O casal contava com duas empresas de logística e uma importadora na Espanha, que recebia a mercadoria.

Parte do grupo foi presa, mas o casal conseguiu escapar. De acordo com a Veja, eles formaram negócio milionário. Foram apreendidos mais de R$ 31 milhões em imóveis ligados ao esquema. Foram localizados também veículos de luxo como BMWs, Land Rovers, caminhões, lanchas e mansões, avaliados em R$ 25 milhões, além de uma fazenda com 800 cabeças de gado e 1.500 hectares em Campo Grande.

Fonte: midiamax

Policial mata seus dois filhos e se suicida na Holanda, diz polícia

                   Crianças tinham oito e 12 anos. Homem, de 34 anos, também atirou na esposa, de 28 anos, que sobreviveu e está em estado grave             

Policial matou dois filhos pequenos na Holanda  Um policial holandês matou seus dois filhos a tiros e em seguida se suicidou em sua casa na cidade de Dordrecht na noite desta segunda-feira (9), afirmou a polícia local.

O oficial de 34 anos também atirou em sua esposa, de 28 anos, e a feriu gravemente, disse a porta-voz da polícia Miriam Slot. As crianças tinham oito e 12 anos, acrescentou ela.

Equipes de emergência e autoridades forenses foram à cena do crime, uma casa localizada em Dordrecht, próxima ao porto de Roterdã.

O prefeito de Dordrecht, Wouter Kolff, disse no Twitter que pretende visitar o local do incidente, que classificou como "muito sério".

Fonte: R7

Membros do PCC fazem chefe de segurança refém e fogem em BMW de presídio

 Um motim no presídio de Cambyretá, a 524 quilômetros de Mundo Novo, acabou na fuga de três membros da facção criminosa do PCC (Primeiro Comando da Capital), entre eles um brasileiro identificado como Jackson da Silva. Eles fizeram o chefe da segurança do estabelecimento penal de refém.

O plano de fuga teve início às 16 horas desta quinta-feira (5), quando os membros do PCC iniciaram um motim e com armas atacaram o setor administrativo da prisão, onde estava o chefe de segurança que foi feito refém. O vice-chefe dos guardas, Juan Chaparro, foi ferido a tiros durante a rebelião.

Os membros do PCC fugiram em uma BMW levando o chefe da segurança como refém, mas o carro quebrou e eles se esconderam em uma área de mata sendo encurralados pela polícia, segundo o site ABC Color.

Depois de serem encurralados, os três fugitivos concordaram em se entregar com a presença do Ministério Público e da imprensa para que tivessem a segurança resguardada. Eles libertaram o chefe da segurança quando chegaram à frente do estabelecimento penal.

Foi entregue a espingarda que retiraram de um guarda e as outras duas armas usadas para o motim e na fuga. Os membros da facção foram levados para uma cela de isolamento. Não há informações sobre a saúde do guarda ferido durante a rebelião.

PCC

Em maio deste ano, interceptações telefônicas feitas pela polícia paraguaia revelaram que membros do PCC planejavam resgatar dois líderes da facção presos por tráfico de drogas que estão detidos na penitenciária que seria o alvo da operação.

Segundo as autoridades do Paraguai, seriam resgatados Carlos Henrique Silva Candido Tavares e Oziel Riso de Sá. As conversas de René Hofstetter, também preso que foi ‘batizado no PCC’ pelos brasileiros ainda teria revelado um plano de execução do ex-deputado Luis Felipe Villamayor, que já teve o filho assassinado em 2015. Integrantes da facção criminosa brasileira estariam se organizando para executarem o plano de assassinato do ex-deputado. René está cumprindo pena de 12 anos pelo assassinato do filho de Villamayor.

Fonte: midiamax

Agente penitenciário federal é encontrado morto em Mossoró, RN

Rogério Baicere foi achado dentro de apartamento no bairro Bom Jardim.
Polícia Civil já iniciou as investigações sobre a morte do agente

Corpo de agente foi encontrado em apartamento, em Mossoró (Foto: Marcelino Neto/G1)  O agente penitenciário federal Rogério Arruda Baicere, de 37 anos, foi encontrado morto com um tiro no peito no apartamento dele na manhã desta sexta-feira (14). O crime foi cometido na rua Campos sales, no bairro Bom Jardim, em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. A Polícia Civil já iniciou as investigações para apurar como se deu a morte.

Vizinhos de Rogério Arruda Baicere relataram à polícia que ouviram o barulho de um tiro por volta das 8h30. A Polícia Militar e o Samu foram acionados. A equipe do Samu socorreu o agente ainda com vida, mas ele morreu a caminho do hospital.

Segundo a PM, Rogério Arruda Baicere estava trancado sozinho no quarto dele. A mulher e o filho do agente estavam em outros cômodos. Como uma pistola calibre 380 foi encontrada na mão de Rogério, a hipótese de suicídio não está descartada.

Fonte: G1

Mais artigos...

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto     safestore1      CONTASABERTAS  universidadedotransito   acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web