WhatsApp Image 2021 12 08 at 13.52.38

‘Homem aranha’ do crime escala presídio para arremessar materiais em Salvador

https://www.bahiareconcavo.com.br/site/wp-content/uploads/Salvador-noticia-homem-aranha-do-crime-em-Salvador-1024x823-1.jpg Um homem foi filmado ao escalar o alambrado que contorna Presídio de Salvador, que fica no Complexo Penitenciário da Mata Escura, no bairro de mesmo nome. A situação aconteceu na madrugada desta quarta-feira (9), quando ele arremessou materiais para dentro do presídio.

A ação foi registrada por volta das 2h30, por servidores penitenciários que trabalhavam no momento do crime. Na gravação, o homem arremessa vários pacotes, até que percebe que está sendo filmado. Depois disso, ele desce do alambrado e foge a pé.

O homem ainda não foi identificado, nem o material que foi arremessado por ele. Para chegar na estrutura da Cadeia Pública, ele passou por uma área de matagal e foi procurado, mas não foi localizado.

Entrar com material ilícito nos presídios é crime. Conforme a Lei de Drogas, a pessoa que tenta entrar com entorpecentes em estabelecimento prisional pode ser condenada de 5 a 15 anos de reclusão, com aumento de um sexto a dois terços de pena. No caso de aparelho celular, a pena é de três meses a um ano de detenção, como estabelece o Código Penal Brasileiro.

1

Fonte: https://www.bahiareconcavo.com.br/site/homem-aranha-do-crime-escala-presidio-para-arremessar-materiais-em-salvador-veja-video/

Ex-segurança de Caiado e executor de Lázaro: "Polícia deve matar mais"

1 O tenente-coronel da Polícia Militar de Goiás (PMGO) Edson Melo, ex-chefe da segurança do governador Ronaldo Caiado (União Brasil) e pré-candidato a deputado federal pelo Podemos, disse que “a polícia deve matar mais”. Ele ficou conhecido após executar o criminoso Lázaro Barbosa há quase um ano e lançar livro sobre o assunto.

Melo fez a declaração, durante o programa de televisão TBC Debate, ao discutir com o policial rodoviário federal Fabrício Rosa, pré-candidato a deputado estadual pelo PT em Goiás e doutorando em direitos humanos. Este, por sua vez, também é conhecido por criticar o abuso de autoridade e a violência policial contra a população. O debate foi transmitido na quarta-feira (22/6), pela TV Brasil Central.

“Acredito que a polícia deve matar mais. Deve matar mais, no sentido de bandido, né? Porque isso reflete diretamente nos dados que aqui tenho”, afirmou o tenente-coronel. “Tivemos uma redução de homicídios em 21%, de 2018 para 2019, já no início do governo de Ronaldo Caiado”, completou.

Veja vídeo abaixo:

Ao compartilhar o vídeo em uma rede social, Edson Melo escreveu a seguinte legenda: “Todos são especialistas em segurança pública, até ouvir o primeiro tiro, depois só ficam os policiais”.

Mortes violentas

De acordo com o mais recente Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado em 2021 com dados referentes ao ano anterior, Goiás é o segundo colocado no índice de letalidade policial quando se adota o critério da proporcionalidade de mortes em relação ao total de civis assassinados durante um ano.

“Em Goiás, no ano de 2020, 30% dos homicídios foram praticados pela polícia, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. A média nacional de letalidade policial é de 12% para cada 100. A Organização das Nações Unidades (ONU) vê qualquer dado acima de 10% um índice preocupante”, afirmou Fabrício Rosa.

Ainda de acordo com o documento, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2020, foram assassinadas 6.416 pessoas pela polícia no Brasil. Desse total, 631 foram em Goiás, o que representa 9,83% do total. A população goiana corresponde a 3,4% dos brasileiros.

Livro sobre morte de Lázaro

O tenente-coronel conta no livro Contagem Regressiva a ação da força-tarefa que comandou no que chamou de “a trajetória da caçada a Lázaro Barbosa”, um criminoso que foi perseguido por vinte dias pela polícia por cometer uma chacina no Entorno do Distrito Federal, em junho de 2021.

Como antecipou o Blog do Noblat, do Metrópoles, o autor do livro ataca a imprensa – “que falou merda” – critica os defensores dos direitos humanos – “que nos acusaram de uso de força desproporcional” – e acredita que ele e seu grupo saíram como “heróis”.

Fonte: https://www.metropoles.com/brasil/ex-seguranca-de-caiado-e-executor-de-lazaro-policia-deve-matar-mais

Assaltantes atacaram a agência da Caixa Econômica Federal na noite desta quarta (22). A Polícia Militar informou que quatro policiais e um morador ficaram feridos no tiroteio. Uma pessoa foi presa

Moradores registram ataque de assaltantes a agência bancária em Itajubá (MG)As imagens foram registradas pelos moradores pelas janelas das residências. Nos vídeos, é possível ouvir explosões durante o ataque à agência, tiroteio, gritos, choro e pedidos para que a PM fosse acionada. Veja no vídeo acima.

De dentro de uma ambulância, um homem mostra que um dos tiros atingiu o veículo. "Passou por cima da minha cabeça, estava deitado aqui".
1 de 5 Homem mostra disparo de arma de fogo que atingiu ambulância em Itajubá na noite do ataque à agência da Caixa 

Homem mostra disparo de arma de fogo que atingiu ambulância em Itajubá na noite do ataque à agência da Caixa — Foto: Redes sociais

Fonte: https://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2022/06/23/ataque-em-itajuba-veja-videos-da-acao-da-quadrilha.ghtml

Luccas, filho de Beatriz Abagge, é preso em MS usando documento falso com nome 'Evandro'

 Luccas Abagge, 32 anos, foi preso na noite deste sábado (18), ao entrar no Brasil por Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Ele é filho de Beatriz Abagge, uma das condenadas pela morte do menino Evandro Ramos Caetano, em Guaratuba . Segundo informações da Polícia Militar de Ponta Porã, ele usava documentos falsos com o nome de Evandro Oliveira Ribeiro. Ele foi condenado a 80 anos de pena por assassinatos no Paraná e estava foragido.

Fonte:https://www.bemparana.com.br/noticia/luccas-filho-de-beatriz-abagge-e-preso-em-ms-usando-documento-falso-com-nome-evandro

Mulher agride homem e invade bar com o carro ao tentar atropelá-lo

 Antes da tentativa de atropelamento, os dois estariam bebendo juntos em um bar de Belo Horizonte

Depois de brigar e agredir um homem, uma mulher, de 33 anos, invade um bar com o próprio carro, no bairro Floramar, na Região Norte de Belo Horizonte. O fato aconteceu na noite de sexta-feira.

O homem, de 35 anos, informou à polícia que estava bebendo cerveja e whisky com a mulher em outro comércio próximo, e precisou se retirar para ir trabalhar. Já a mulher se recusou a deixar o local.

Pouco tempo depois, a vítima foi surpreendida na calçada por golpes de garrafa. Em seguida, a mulher entrou em alta velocidade no estabelecimento, com o carro, na tentativa de atropelar o rapaz, que acabou machucando a perna.

Segundo os militares, a mulher aparentava sinais de embriaguez e estava agressiva, quebrando o que restou do estabelecimento.

Testemunhas disseram que ela portava uma réplica de arma de fogo, que foi apreendida na ação.

Em nota a Polícia Civil informou que a mulher foi ouvida e presa em flagrante, pelos crimes de tentativa de homicídio e embriaguez ao volante. Ela foi encaminhada ao sistema prisional e os militares seguem com as investigações do caso.

Uma câmera de segurança flagrou todo o ocorrido.

Fonte: https://www.band.uol.com.br/minas-gerais/noticias/mulher-agride-homem-e-invade-bar-com-o-carro-ao-tentar-atropela-lo-16515886

Mais artigos...

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                  Saiba os benefícios de usar o LinkedIn para a sua vida profissional - IFS -  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe 

blogimpakto  acervo       jornalismoinvestigativo   ademilar   ademilar1

TVSENADO   Monitor da Violência – NEV USP   Capa do livro: Prova e o Ônus da Prova - No Direito Processual Constitucional Civil, no Direito do Consumidor, na Responsabilidade Médica, no Direito Empresarial e Direitos Reflexos, com apoio da Análise Econômica do Direito (AED) - 3ª Edição - Revista, Atualizada e Ampliada, João Carlos Adalberto Zolandeck      

procurados

Desenvolvido por: ClauBarros Web