JORNALISTAMINI

Polícia prende 30 em operação contra tráfico internacional de drogas

vd2011Em operação deflagrada na manhã desta sexta-feira (17), a Polícia Federal prendeu 30 pessoas por envolvimento com tráfico internacional de drogas. Segundo a PF, a droga chegava ao país pela fronteira entre o Paraguai e o Mato Grosso do Sul, e em seguida era transportada para Curitiba e região metropolitana, em fundos falsos de caminhões. A operação foi realizada nos estados do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul. Um dos presos estavam em viagem e foi detido em São Paulo.

Dos 30 presos, 28 foram presos pelos mandados de prisão temporária e preventiva expedidos para essa operação e dois estavam com mandado de prisão em aberto desde o ano passado. “Esses dois tinham mandado de prisão e quando fomos até uma residência prender uma pessoa, eles estavam escondidos no forro da casa”.

O esquema se dava pelo transporte das drogas em fundos falsos de caminhões e de veículos. Além disso, os policiais federais encontraram grandes quantidades de cocaína e crack em um ralo, dentro de uma das casas investigadas.

Segundo o delegado da Polícia Federal, Vinicius Oliveira Binda, responsável pela operação, os fornecedores das drogas são membros da mesma família. “Foram presas seis pessoas, um pai com os dois filhos e outro pai com dois filhos, eles eram irmãos e foram presos hoje na operação, um no Mato Grosso do Sul, um em Santa Catarina e os outros em Curitiba”.

Segundo interceptações telefônicas, a Polícia Federal descobriu que os investigados contrabandeavam cerca de 200 quilos por mês de crack e cocaína e vendiam para traficantes que fracionavam as drogas para vender aos usuários.

Para enganar a polícia, os suspeitos ainda estabeleceram um sólido esquema de lavagem de ativos que envolvia a ocultação e fracionamento das operações financeiras, a utilização de laranjas para realização de negócios envolvendo bens adquiridos pelo grupo, a compra de veículos de luxo, imóveis rurais e outros de alto padrão no litoral de Santa Catarina.

Os presos vão responder por tráfico internacional de entorpecentes, associação para o tráfico, associação criminosa e lavagem de ativos.

Fonte: MassaNews

 

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web