jornalista1

Suspeitos de furtos e roubos, dois soldados da PM são presos pelo GAECO

 

 

n1305 Investigações sobre esquemas de lavagem de dinheiro levaram para a prisão dois soldados da Polícia Militar. Um dos agentes já está condenado a 24 anos e meio de prisão por crimes de tráfico de drogas e corrupção. Outro é investigado por roubo, furto e lavagem de dinheiro. A dupla foi alvo de uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, desencadeada hoje (09) em Curitiba e região.

O coordenador do Gaeco, promotor Leonir Batisti, explica que cada um dos militares coordenava uma organização criminosa diferente — eles cometiam furtos e roubos. Os soldados se aproximaram em 2017, quando compartilharam uma cela. Foi a partir deste momento que os suspeitos começaram a ‘lavar o dinheiro’ ilícito em um mesmo esquema: 

Além dos dois soldados, foram presos hoje (09) vários suspeitos das duas quadrilhas. Entre os detidos estão os operadores financeiros responsáveis pela lavagem dos ativos:

Os soldados presos devem responder por crimes de lavagem de dinheiro, furto, roubo e usura (concessão de empréstimos com juros abusivos). Nas ações desta quinta-feira, o Gaeco recebeu o apoio do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), da Polícia Militar. Procurada pela reportagem, a PM não se manifestou sobre a prisão dos agentes.

Fonte:  bandnewsfm

Comentar

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS  universidadedotransito   acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web