JORNALISTAMINI

Após mortes em prisão do Pará, filho de agente penitenciário é assassinado

np1904Daniel Teixeira de Oliveira, 27, filho de um agente penitenciário do Pará, foi assassinado a tiros na noite desta quinta-feira (12), na capital do estado, Belém, segundo a Susipe (Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado).

Procurada, a Segup (Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social) não se posicionou sobre o assunto até a publicação desta reportagem. Segundo a Polícia Civil local, o jovem chegou a ser levado a um pronto-socorro, mas não resistiu aos ferimentos.

A PM (Polícia Militar) informou que Oliveira foi assassinado dentro de casa. Ele estava com um amigo, que ficou ferido, quando quatro criminosos invadiram o local e dispararam várias vezes. Os criminosos não haviam sido localizados até o início da tarde desta sexta-feira (13).

O crime ocorreu depois dias depois que 22 homens, sendo um deles um agente prisional, foram mortos após uma tentativa de fuga em massa de presos do CRP III (Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III), no Complexo Prisional de Santa Izabel, na região metropolitana da capital paraense, na última terça-feira (11).

De acordo com a secretaria, as mortes no presídio ocorreram após uma tentativa de resgate de detentos por um grupo externo "fortemente armado", que utilizou explosivos contra um dos muros da penitenciária. A ação ocorreu por volta das 13h. Houve troca de tiros entre o grupo que efetuava a tentativa de resgate, parte dos detentos e a equipe do batalhão penitenciário.

Na tarde de segunda (9), 11 pessoas já haviam sido assassinadas na região metropolitana de Belém. A Segup, no entanto, não confirma relação entre os eventos.

10.abr.2018 - Nesta terça-feira (10), ao menos 21 pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas após uma tentativa de fuga em massa de presos do CRP III (Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III), no Complexo Prisional de Santa Izabel, localizado na região metropolitana da capital paraense. Foram apreendidos dois fuzis, três pistolas e dois revólveres com um grupo que tentou invadir a prisão. Segundo a Segup (Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social), os presos também tinham armas dentro da penitenciária

 

 

Fonte: Uol

Comentar

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web