WhatsApp Image 2021 12 08 at 13.52.38

Homem diz que todo pai deveria abusar sexualmente da própria filha

 

pedofilo do youtubeUm vídeo publicado recentemente no Youtube, defendendo relação sexual entre pai e filha e fazendo apologia ao estupro e à pedofilia, tem causado grande repercussão e discussão nas redes sociais. Mallone Morais, o responsável pela criação e publicação, defende que “todo pai tem o direito de tirar a virgindade da filha”.

O rapaz começa defendendo um homem chamado James Bartholomew, sentenciado a 70 anos de prisão por ter abusado sexualmente da filha. “Ele foi um grande injustiçado”, diz o autor do vídeo.

Segundo Morais, é melhor que a filha tenha relação sexual com seu pai, a ter relação com quem ele chama de “sub-raça”. “Que é esses [sic] maconheiros, esses ‘nóias’ da periferia”, explica. Além disso, o homem afirma que dessa forma é possível evitar “problemas” futuros. “Assim sua filha não vai virar uma lésbica ou uma dessas feministas”.

O vídeo com um discurso que defende o estupro tem, até o momento da publicação dessa matéria, 500 mil visualizações.  Mais de 100 mil pessoas descurtiram o vídeo, enquanto mil pessoas gostaram do que é dito ali. Nos comentários da publicação e nas redes sociais os internautas tentam denunciar o responsável pelo discurso.

Mais artigos...

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                  Saiba os benefícios de usar o LinkedIn para a sua vida profissional - IFS -  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe 

blogimpakto  acervo       jornalismoinvestigativoTVSENADO   fundobrasil   Monitor da Violência – NEV USP   Capa do livro: Prova e o Ônus da Prova - No Direito Processual Constitucional Civil, no Direito do Consumidor, na Responsabilidade Médica, no Direito Empresarial e Direitos Reflexos, com apoio da Análise Econômica do Direito (AED) - 3ª Edição - Revista, Atualizada e Ampliada, João Carlos Adalberto Zolandeck   tpnews   naofoiacidente

procurados

Desenvolvido por: ClauBarros Web