jornalista1

PF prende em flagrante passageiro com ecstasy no aeroporto em Curitiba

pfecstase

Curitiba/PR – A Polícia Federal prendeu em flagrante nesta manhã, 12/12, um cidadão que tentou embarcar para a cidade do Rio de Janeiro/RJ, com ecstasy na sua bagagem de mão, através do Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, área metropolitana de Curitiba/PR.

O passageiro ao tentar o embarque passando pela área do check-in, chamou a atenção de um Agente de Proteção Aeroportuária quando este detectou que havia uma substância orgânica no interior de sua bagagem de mão.

A mochila foi aberta e foi encontrada grande quantidade de comprimidos de cores variadas e em formato da cabeça de um personagem de desenho animado. O Policial Federal foi acionado para verificar o fato e após o exame foi constatado que se tratava de uma droga popularmente conhecida como ecstasy. Cerca de 11 mil comprimidos.

Com o preso também foi encontrada a passagem de retorno ainda para o dia de hoje.

O preso foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba/PR onde permanecerá à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico de drogas que prevê penas de até 15 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR

Telefone. (41) 3251-7809

Bandidos invadem cidade no PR e fogem com cofre de banco

Durante 15 minutos, criminosos tomaram a cidade de Itaperuçu, região metropolitana de Curitiba, e fugiram com cofre de agência bancária

sireneAo menos 15 homens armados participaram de um crime de cinema na madrugada desta segunda-feira (7) na cidade de Itaperuçu, região metropolitana de Curitiba. Por volta das 3h30, eles dominaram o centro da cidade, explodiram caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal e fugiram com o cofre da agência. Eles ainda fecharam as principais vias de acesso ao local para impedir a aproximação da polícia.

De acordo com a Banda B, a quadrilha usava armas longas e utilizou três veículos para efetuar o assalto: uma L200, um Gol e outra caminhonete da Mitsubishi. Toda a ação durou cerca de 15 minutos. A quadrilha fugiu logo após o roubo e ainda não há informações sobre suspeitos.

Fonte: http://arede.info/

PF prende traficantes e apreende bens no PR e MT

opgalegoCuritiba-PR – A Polícia Federal deflagrou hoje, 04/12, a Operação Galego*, com o objetivo de reprimir o tráfico de entorpecentes na cidade de Curitiba.

Cerca de 40 policiais federais cumpriram 12 mandados judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva, dois mandados de condução coercitiva e cinco mandados de busca e apreensão. Um dos mandados será cumprido na cidade de Cuiabá/MG.

A operação visa desarticular organização composta de traficantes que trazem grandes quantidades de drogas para a cidade de Curitiba, da qual seu líder, que é um empresário da cidade, realiza lavagem de dinheiro, além de supostamente, operarem o sistema de agiotagem e jogos clandestinos.

Os presos responderão pelos crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro e poderão ser condenados a penas que podem chegar a até 35 anos.

Quatro veículos e uma moto foram apreendidos, além de relógios, jóias, certa quantia em dinheiro e bloqueio de contas bancárias dos investigados.

* O nome da operação é em alusão ao apelido do principal alvo da organização.

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR

(41) 3251-7809

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Ladrões de banco invadem festa de casamento na região

Bandidos fizeram a equipe da Polícia Militar refém e buscaram o gerente do banco em uma festa de casamento. Moradores relatam momentos de terror

ladraocasamentoBandidos fortemente armados voltaram a aterrorizar a região dos Campos Gerais. Dessa vez os bandidos assaltaram uma agência bancária na cidade de Rosário do Ivaí, município a 180 KM de Ponta Grossa. Segundo o siteCanal38, o grupo chegou a cidade por volta das 00h desse domingo (22).

Segundo a publicação dezenas de tiros foram disparados e os policiais militares informaram que ao tentar saírem do batalhão ouviram disparos de metralhadora de bandidos que estavam vigiando o destacamento.
 
A equipe de plantão da PM ficou cerca de uma hora refém do bando, sem poder deixar o local. O sistema de monitoramento online do Banco Bradesco flagrou 7 bandidos fortemente armados quebrando portas e paredes de vidro. No local eles danificaram os caixas eletrônicos para  explodir os equipamentos usando dinamite – a explosão não aconteceu. O grupo também usou uma ferramenta, espécie de lixadeira para tentar abrir o cofre, mas não teve exito na ação.
 
“Neste momento, a ação deles passou a ser mais ousada, pois não conseguindo abrir o cofre, eles foram até uma Petiscaria e o Salão da Igreja, que estavam movimentos devido a festa de casamento, a procura do gerente. Inclusive diziam que já tinha vindo na cidade uma vez, e que se não conseguissem êxito, voltariam novamente”, informou a Polícia Militar.
 
Populares disseram que eles utilizavam um rádio comunicador, a exemplo dos que são utilizados pela Polícia Militar para se comunicar. Para fugir eles obrigaram dois reféns a se pendurar no capô dos veículos, as vítima que foram levadas até a ponte, próximo a um laticínio, na saída para Água Amarela, estrada de cascalho que dá acesso ao município de Rio Branco e depois Reserva. Um dos reféns afirmou que o carro que o levou era um Toyota Corolla com placas de Kaloré.
 
Após a ação frustrada e a fuga do bando, a Polícia encontrou cartuchos de calibre 12 e de fuzil 7,62 e 5,56. “Meus Deus, estão atirando muito, estamos com muito medo, tem muitos jovens na rua; por favor, ligue para o 190, porque a cidade está acuada”, contou a Morada Diva dos Santos, que estava em uma Lanchonete juntamente com outras pessoas. Pelo celular era possível ouvir os tiros e os gritos das pessoas apavoradas.
 
As autoridades da região já investigam o caso.

Acusado de extorsão é preso em Castro após festa

Márcio José de Castro estava foragido há dois anos; ele é suspeito de cometer diversos crimes fingindo ser policial civil

presocastroDepois de dois anos fugindo da polícia, Márcio José de Castro foi preso neste domingo (15) na área rural de Castro, região dos Campos Gerais. Ele foi condenado a 13 anos e sete meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, usurpação de função pública, formação de quadrilha e invasão de domicílio. O foragido foi encontrado na chácara da esposa após uma festa à fantasia.

De acordo com a Polícia Civil, Márcio fingia ser policial para extorquir vendedores de cigarro da região, além de invadir casas sem mandados em busca de armas, drogas ou algo de ilícito para que pudesse pegar dinheiro das vítimas. Ele era funcionário da Prefeitura de Castro e esteve cedido à delegacia por alguns meses, mas foi transferido para Telêmaco Borba pouco tempo antes do Ministério Público deflagrar a investigação em que ele era um dos suspeitos.

A equipe de investigação da 43ª Delegacia Regional de Polícia de Castro (43ª DP) já seguia pistas do suspeito há vários meses. Ele esteve escondido em uma chácara na área do Tronco, em Castro, e também na estrada que segue para Tibagi. No último sábado (14), a polícia descobriu que ele estaria em uma festa à fantasia na cidade e montou campana em diversos pontos em que ele poderia se esconder. Durante a manhã, ele foi preso quando chegava na casa da esposa. Além da Polícia Civil, a Guarda Municipal também prestou apoio à operação.

Márcio também é acusado de formação de quadrilha pelo MP. Em 2013, ele teve o mandado de prisão decretado pela Justiça no mesmo processo que pediu a prisão de dois policiais civis, dois guardas municipais e outro funcionário da Prefeitura de Castro, que também estava cedido à Polícia Civil.

Fonte: arede.info

Mais artigos...

vetenuo

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

bannerdisponivel

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto  safestore1  smartseg 
universidadedotransito acervo        kennya6      alexandrejose    codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web