juarezjornalista

Inspetor é feito refém por presos no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio

pc0209Agentes do Grupo de Intervenções Táticas (GIT) da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) libertaram um inspetor da Seap que havia sido feito refém, nesta quinta-feira, em uma das galerias do Presídio Jonas Lopes de Carvalho, mais conhecido como Bangu 4,. no Complexo Penitenciário do Gericinó, na Zona Oeste do Rio.

O inspetor ficou em poder dos detentos por cerca de 25 minutos. Logo após o agente ser capturado, um negociador da Seap chegou a conversar com os detentos, mas não obteve sucesso na tentativa de libertar o colega.

Agentes do grupamento tático foram então acionados e entraram na galeria, controlando a situação. O inspetor foi libertado sem ferimentos. Não há notícias de detentos feridos.

Três apontados como responsáveis por render o agentes foram identificados e estão sendo levados para a 34ª DP (Bangu), onde vão prestar depoimento. Um procedimento disciplinar deve ser instaurado pela Seap.

Fonte: extra

Dois detentos são encontrados mortos em carceragem; presos estavam pendurados em grade

pc26081Dois detentos foram encontrados mortos em uma cela na carceragem da Delegacia de Polícia Civil de Paranavaí, na manhã desta sexta-feira (24). Os corpos foram percebidos depois que agentes penitenciários receberam a informação de que as vítimas estavam penduradas em uma grade, dentro da cela.

De acordo com o Delegado da Polícia Civil, Vagner Malaquias, os dois foram encontrados com sinais de enforcamento e marcas de agressão. A hipótese de suicídio ainda não foi descartada, mas a polícia acredita que os responsáveis forjaram a cena.

Os detentos, de 26 e 20 anos, estavam presos há um mês e respondiam pelos crimes de tráfico de drogas.

A Polícia Civil aguarda o laudo do IML para identificar a causa da morte. Os outros dez detentos, que estavam na cela, serão ouvidos.

Fonte: massaNEWS

Mulher é presa tentando entrar na PEC com maconha escondida na vagina

      Marido e três filhos estão presos na unidade; maconha totalizou 180 gramas    

pc2608 Uma mulher de 52 anos foi presa tentando entrar na PEC (Penitenciária Estadual de Cascavel) com maconha escondida na vagina, nesta sexta-feira (24).

Segundo informações, ela passou por um scanner corporal, que indicou a presença da droga nas partes íntimas. A maconha ainda estava envolvida em tabaco, e totalizou 180 gramas.

As agentes penitenciárias deram voz de prisão, e agentes do Depen (Departamento Penitenciário) encaminharam a mulher para a 15ª SDP (Subdivisão Policial). Ela relatou que está com o marido e três filhos presos na unidade.             

Fonte: catve                         

Preso é resgatado de carro do sistema penitenciário na Zona da Mata de Pernambuco

O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (16), em Glória do Goitá. Apenas um dos três detentos que estavam no carro foi levado.

pc2108Um preso foi resgatado por bandidos, na madrugada desta quinta-feira (16), no município de Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. O secretário de Justiça do estado, Pedro Eurico, informou que um veículo da Secretaria de Ressocialização de Pernambuco (Seres) que fazia o transporte de detentos foi inteceptado por homens fortemente armados. (Veja vídeo acima)

Segundo a Seres, o veículo estava no trajeto entre o município de Vitória de Santo Antão e Limoeiro, também na Mata Norte do estado. Os detentos retornavam de uma audiência. De acordo com a PM, o resgate aconteceu na PE-50.

"A primeira informação que tivemos é que dez homens interceptaram o carro que vinha do [presídio Juiz] Plácido de Souza", explicou o secretário ao G1

Ainda segundo a PM, os bandidos estavam armados e divididos em dois carros, dos modelos Fusion e Polo. A quadrilha rendeu os agentes penitenciários e levou apenas um dos três detentos que estavam no carro da Seres.

Não houve troca de tiros e ninguém ficou ferido. A quadrilha conseguiu fugir no sentido da BR-232. Horas depois, os veículos usados no resgate foram encontrados em Vitória de Santo Antão.

O preso resgatado foi identificado pela Seres como Geovane Barbosa Leite, de 33 anos. Ele cumpria pena por homicídio. "Isso é muito grave, mostra até que ponto chegam essas organizações criminosas", afirmou o secretário. 

O Instituto de Criminalística (IC) foi acionado para realizar perícia no local. As Polícias Cvil e Militar investigam as circustâncias do crime. Segundo a PC, a Delegacia de Vitória de Santo Antão será responsável pela investigação, no sentido de identificar os integrantes da quadrilha.

De acordo com a Polícia Civil, se identificados, os bandidos deverão responder pelo crime de promover ou facilitar a fuga de pessoa legalmente presa, descrito no Artigo 351 do Código Penal Brasileiro. A pena para esse tipo de crime com o uso de arma de fogo e praticado por mais de uma pessoa varia de dois a seis anos de reclusão.

Nota

Por meio de nota, a Seres informou que as autoridades competentes foram acionadas para recapturar o detento resgatado. A secretaria também disse que abrirá um procedimento administrativo para apurar o caso. 

Fonte: G1

Presos fazem reféns em rebelião no CDP de Taubaté, SP

Motim teve início durante a tarde de quarta-feira e 13 pessoas foram feitas reféns, entre elas dois agentes penitenciários e 11 religiosos. Uma mulher e três homens foram liberados até o momento. Negociações seguem nesta quinta.

pc1308Presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) Dr. Félix Nobre de Campos, em Taubaté (SP), fazem uma rebelião desde a tarde desta quarta-feira (8). Os detentos fizeram 13 reféns, de acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) mas liberararam quatro - uma mulher e dois homens foram liberados na quarta e mais um na manhã desta quinta-feira (9).

(CORREÇÃO: O G1 errou ao informar que os presos fizeram 14 reféns. Segundo a Secretaria de Adminsitração Penitenciária (SAP) um refém apresentou dois documentos e, por isso, foi contado duas vezes. A informação foi corrigida às 15h23 de 09/08/2018).

O Grupo de Intervenção Rápida (GIR) está no local desde às 18h de quarta aguardando para tentar conter o motim. A Polícia Militar permaneceu durante toda a madrugada no local. As negociações para o fim da rebelião seguiram durante a noite. (veja imagens no vídeo acima)

Uma fumaça preta chamou atenção de quem passava pela rodovia Amador Bueno da Veiga durante a tarde de quarta, quando o motim teve início. Do lado de fora, assim que a rebelião começou, vizinhos relataram que ouviram barulhos de explosões. A causa do motim ainda não foi informada e, segundo a promotoria, os detentos não explicaram exatamente quais as reivindicações deles. 

Entre as pessoas que seguem mantidas como reféns estão dois agentes penitenciários e oito religiosos, de acordo com a SAP. Uma mulher mantida entre os reféns foi liberada no fim da tarde de quarta, um homem liberado às 21h e outro às 22h40 do mesmo dia. Um deles é um idoso. O quarto refém foi liberado na manhã desta quinta-feira, às 8h20.

Todos são voluntários ligados a movimentos religiosos que fazem atendimento em presídios. Eles são membros dos grupos 'Deus é Amor', 'Cristo é Luz é Vida', Capelania de Taubaté e Assembleia de Deus.

A primeira refém foi liberada assim que a juíza corregedora Sueli Zeraik chegou ao presídio, no fim da tarde de quarta, para atuar nas negociações junto com a direção do CDP. A juíza deixou o local por volta da meia-noite. O Ministério Público também esteve no local acompanhando as negociações. 

A refém liberada, Maria Benedita Ferraz, é membro da igreja Assembleia de Deus de Guaratinguetá e disse que entre os reféns havia um agente ferido e um pastor de cerca de 80 anos. O idoso estava entre os reféns liberados durante a noite.

"Entramos e eu escutei um grito: 'caiu' e depois 'peguei'. Tinha um detento passando mal e achei que fosse alguma coisa de brincadeira entre eles. Quando eu olhei para cima, eu vi dois numa divisão entre as celas, em cima de mim. Aí eu percebi que estava acontecendo alguma coisa de errado. Eu gritei pela igreja no que eu falei 'meu Deus', eles cataram esse funcionário e mais um outro", disse.

Ainda de acordo com ela, os detentos disseram que não machucariam nenhuma pessoa da igreja e reivindicam melhorias no local. Inicialmente, a SAP havia informado que esses reféns eram membros da pastoral carcerária, mas depois corrigiu a nota.

A Políca Militar está no local desde o início do motim e o helicóptero Águia sobrevoava o presídio até o fim do dia. Parentes de detentos seguiram até o início da madrugada aglomerados em frente ao CDP. 

ma comissão de representantes da sociedade, que está acompanhando o caso, conversou com as famílias dos presos à noite para explicar como as negociações estavam sendo conduzidas.

A unidade tem capacidade para 844 detentos e, superlotada, atualmente abriga 1.521 internos. 

Fonte: G1

Mais artigos...

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    ricardo    EAD  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web