JORNALISTAMINI

Visitante de presídio anda com dificuldades por ter cocaína na genitália e é presa

vd2811Com cocaína na genitália, mulher apresenta dificuldade para andar e dupla acaba presa em flagrante
Passageiras de um ônibus abordado pela Polícia Rodoviária em Presidente Epitácio levariam a droga para Martinópolis.
Por G1 Presidente Prudente
Foram apreendidos 986 gramas de cocaína em Presidente Epitácio 
A Polícia Militar Rodoviária prendeu em flagrante duas mulheres por tráfico de droga neste sábado (25), em Presidente Epitácio. Elas eram passageiras de um ônibus que fazia o itinerário Ponta Porã (MS)–São Paulo (SP) e transportavam 986 gramas de cocaína que foram apreendidos.
Durante a fiscalização, uma auxiliar geral, de 36 anos, e uma garçonete, de 21 anos, ambas moradoras de Martinópolis, apresentaram “nervosismo exacerbado e respostas desencontradas” sobre a viagem que faziam.
Quando as mulheres desceram do ônibus, os policiais perceberam que uma delas andava com dificuldade e já fora do coletivo tentou desvencilhar-se de um invólucro que trazia em sua genitália.
Diante disso, foi solicitada a presença de uma policial feminina, que ao chegar encontrou mais dois invólucros nas partes íntimas da indiciada que continham cocaína.
Segundo a polícia, a auxiliar geral alegou que havia sido contratada pela sua companheira de viagem para transportar a droga de Ponta Porã (MS) até a cidade de Martinópolis, serviço pelo qual receberia R$ 800.
A ocorrência foi apresentada à Delegacia da Polícia Civil, em Presidente Epitácio, onde as indiciadas permaneceram no aguardo da audiência de custódia na Justiça para posterior remoção a uma unidade prisional.
 
Fonte: jenisandrade

Polícia apreende maconha com homenagem de traficantes a Bolsonaro no Paraná

vd2311Uma operação da Polícia Civil de Sarandi, no Paraná, na madrugada desta sexta-feira (17), resultou na prisão de dois homens, suspeitos de tráfico de drogas. Com Alisson Alan Chaves, 22 anos, e Carlos Eduardo de Souza Ferreira, 30 anos, a polícia encontrou entorpecentes, várias munições e armas, entre elas uma submetralhadora.

O dois suspeitos já estavam sendo investigados pelo setor de inteligência da delegacia há meses e receberam a autorização judicial para realizar busca e apreensão na casa de Chaves e Ferreira, ambos moradores do Jardim Universal.

Na casa de Alisson Chaves, a polícia disse ter encontrados um revólver calibre 38 e sete munições intactas, além de quatro munições intactas de calibre 22, uma balança de precisão, três tabletes e 53 porções de maconha para a venda – a droga totalizou 3,3 kg.

Um detalhe que chama a atenção é que, nos tabletes intactos, havia a caricatura do deputado federal Jair Bolsonaro.

Na segunda casa, a de Carlos Eduardo Ferreira, foram encontrados, nos fundos de um guarda-roupa, uma submetralhadora 9mm, dois carregadores e 36 munições de calibre 9 mm.

Os dois homens foram presos em flagrante e todos os materiais foram apreendidos e levados à delegacia de Polícia Civil.

Eles disseram que era uma homenagem ao candidato da extrema direita. “Bolsonaro vai dar um jeito no Brasil”, afirmou Carlos Eduardo.

Fonte: diariodocentrodomundo

Polícia prende 30 em operação contra tráfico internacional de drogas

vd2011Em operação deflagrada na manhã desta sexta-feira (17), a Polícia Federal prendeu 30 pessoas por envolvimento com tráfico internacional de drogas. Segundo a PF, a droga chegava ao país pela fronteira entre o Paraguai e o Mato Grosso do Sul, e em seguida era transportada para Curitiba e região metropolitana, em fundos falsos de caminhões. A operação foi realizada nos estados do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul. Um dos presos estavam em viagem e foi detido em São Paulo.

Dos 30 presos, 28 foram presos pelos mandados de prisão temporária e preventiva expedidos para essa operação e dois estavam com mandado de prisão em aberto desde o ano passado. “Esses dois tinham mandado de prisão e quando fomos até uma residência prender uma pessoa, eles estavam escondidos no forro da casa”.

O esquema se dava pelo transporte das drogas em fundos falsos de caminhões e de veículos. Além disso, os policiais federais encontraram grandes quantidades de cocaína e crack em um ralo, dentro de uma das casas investigadas.

Segundo o delegado da Polícia Federal, Vinicius Oliveira Binda, responsável pela operação, os fornecedores das drogas são membros da mesma família. “Foram presas seis pessoas, um pai com os dois filhos e outro pai com dois filhos, eles eram irmãos e foram presos hoje na operação, um no Mato Grosso do Sul, um em Santa Catarina e os outros em Curitiba”.

Segundo interceptações telefônicas, a Polícia Federal descobriu que os investigados contrabandeavam cerca de 200 quilos por mês de crack e cocaína e vendiam para traficantes que fracionavam as drogas para vender aos usuários.

Para enganar a polícia, os suspeitos ainda estabeleceram um sólido esquema de lavagem de ativos que envolvia a ocultação e fracionamento das operações financeiras, a utilização de laranjas para realização de negócios envolvendo bens adquiridos pelo grupo, a compra de veículos de luxo, imóveis rurais e outros de alto padrão no litoral de Santa Catarina.

Os presos vão responder por tráfico internacional de entorpecentes, associação para o tráfico, associação criminosa e lavagem de ativos.

Fonte: MassaNews

 

Vídeo mostra prisão de traficantes durante operação policial

d1011Na manhã desta quarta-feira (08), a polícia civil de São João Batista deflagrou a operação denominada “Leão do Norte”, visando dar cumprimento a sete mandatos de prisão e sete de busca e apreensão no município de São João Batista e Iguarassu, no estado de Pernambuco.

O inquérito policial foi instaurado a princípio, para a investigação de tráfico de drogas em São João Batista, praticado por Cláudio Alves da Silva Filho, conhecido na região como “Cabritinho”. Passados cinco meses em que o traficante estava sendo monitorado, a polícia descobriu que Cláudio estava sendo auxiliado por sua companheira, Suelen de Matos, pelo seu irmão Clayton Alves da Silva e seu amigo Manoel Albino da Silva, o “Nel”.

As investigações apuraram que Cláudio, usava de um meio engenhoso para comercializar as drogas, conhecido como “Disk Droga”. O usuário acionava o traficante através de um telefonema e o mesmo ia então ao seu encontro fazendo a entrega da droga, pondo fim as chamadas “bocas de fumo”.

Suelen e Manoel (Nel), auxiliavam Cláudio no atendimento aos usuários. Já o irmão Clayton, mesmo estando preso na cidade pernambucana de Igarassu, continuava a participar da comercialização das drogas no município batistense. Ele viabilizava por exemplo, a aproximação com novos fornecedores de drogas.

Clayton se encontra preso em virtude de condenação por inúmeros crimes de roubo e dois homicídios (um deles praticado em São João Batista no ano de 2012, que vitimou o morador da cidade conhecido como Badasso).

Ainda através das investigações, a polícia apurou que mais três pessoas se associaram ao bando de Cláudio sendo eles, Maicon da Conceição e Gisele da Luz Lemmes (Gi) e o terceiro indivíduo, que ficava responsável em auxiliar nas entregas das drogas, ainda se encontra foragido e por esse motivo não teve sua identidade revelada.

Maicon exercia dentro da organização criminosa, a função de “promotor de vendas”, ficando responsável em conseguir o maior número possível de usuários de drogas.

Gisele, garota de programa da cidade, adquiria a droga com o grupo e revendia para seus clientes. A investigada ainda utilizava seu atendimento para conjugar o comércio de drogas com o exercício da prostituição. Para isso criava uma espécie de “pacote de serviço” onde que a requisitasse tinha a opção de incluir o consumo da substância ao programa contratado, não tendo o trabalho de ir até uma “boca de fumo” da cidade.

As investigações também levaram a polícia a descobrir que os traficantes Cláudio e Manoel também foram os responsáveis pelo crime de roubo ocorrido no centro de eventos de São João Batista, no dia 3 de julho deste ano. O crime vitimou 9 pessoas e causou grande comoção na cidade.

Os irmãos Clayton e Cláudio, também conhecidos como “os pernambucanos”, representam uma ramificação de uma das organizações criminosa que atuam em Santa Catarina e em outros estados do país.

Manoel Albino da Silva é também foragido da justiça de Pernambuco há 7 anos por dois crimes de homicídio e um de roubo. Cláudio e Gisele já ostentam condenação anteriores pelo crime de tráfico de droga.

Por ocasião da busca foi encontrado um revólver calibre 38 e várias munições. Diego de Mattos, conhecido como Fanzinho, proprietário da arma, também foi preso.

A operação contou com apoio de policiais civis da delegacia de Governador Celso Ramos, divisão de investigação criminal (DIC), serviço de investigação criminal (SIC) e delegacia de proteção à criança, ao adolescente, à mulher e ao idoso (DPCAMI) de Brusque.

Fonte: vipsocia

JUIZ PARAGUAIO E ASSISTENTE DA PREFEITURA DA FRONTEIRA SÃO PRESOS COM QUASE UMA TONELADA DE MACONHA

vd0311Um juiz paraguaio e um assistente da prefeitura foram detidos na noite de terça-feira (31) por tráfico de drogas no Jardim Ipanema, região sudoeste de Goiânia. os mesmos foram identificados como Marcos Javier Galarza Saavedra (27) e o juiz Pablo Cesar Isasi (40) que estavam de posse de 950 quilos de maconha que teriam transportado da cidade de Capitão Bado na fronteira ate Goiânia, onde acabaram presos pelos agentes da Policia Militar.

Segundo informações, a Polícia Militar, a dupla de autoridades paraguaias foi abordado por agentes de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) que avistaram o veículo em que estavam, um VW Gol, em atitude suspeita pelo setor. Durante o procedimento, foram encontrados dez tabletes da droga escondidos dentro do veículo.

Ainda segundo a corporação, Pablo confessou que na casa dele estava escondida grande parte dos entorpecentes, que seriam distribuídos para abastecer Goiânia e Região Metropolitana. Além da droga, foram encontrados balanças digitais, embalagens para armazenamento e dinheiro.

Segundo informações o juiz e o assistente seriam integrantes de uma quadrilha que atua na região de fronteira entre o estado do Mato Grosso do Sul e o Paraguai.

Todo material apreendido e os suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes.

Fonte: porãnews

Mais artigos...

Impakto nas Redes Sociais

                                   

 

blogimpakto.        sicride      CONTASABERTAS       horasc    acervo        kennya6    IMG 20170821 WA0024  codigoeticajor    jornalismoinvestigativo

Desenvolvido por: ClauBarros Web